Empresas

EUA revêem em baixa para 1,75% a taxa anti-dumping da Navigator

Navigator

A revisão em baixa da taxa 'anti-dumping' terá um impacto de dois milhões nos lucros líquidos deste ano.

O Departamento de Comércio dos Estados Unidos da América (EUA) notificou esta quarta-feira a Navigator que a taxa anti-dumping final a aplicar retroativamente nas vendas de papel para os EUA, para o período compreendido entre agosto de 2015 e fevereiro de 2017 (o “first period of review”) foi revista em baixa para 1,75%.

Em agosto, a empresa tinha sido notificada que a taxa final sobre as vendas daquele período seria de 37,34%, embora em março, a mesma autoridade norte-americana tenha anunciado que a taxa anti-dumping a aplicar seria de 0%.

Esta taxa começou a aplicar-se às vendas para os EUA desde 13 de agosto de 2018, substituindo a anteriormente aplicável até essa data de 7,8%.

“É de bom grado que a Navigator observa que os EUA, mercado onde vende os seus produtos há mais de 17 anos, se pautam pelo regular, transparente e eficaz funcionamento das Instituições, que reconhece os argumentos das partes, facultando o direito de resposta e não o reduzindo a um mero pro-forma”, afirma a empresa em comunicado, após a taxa ter sido recalculada.

Depois da revisão, e ao invés da aplicação da taxa ter um impacto negativo de 66 milhões de euros no EBITDA e de 45 milhões de euros nos lucros líquidos do ano em curso, como já tinha sido anunciado, o impacto estimado, ainda negativo, passa a ser de cerca de três milhões de euros no EBITDA e de dois milhões de euros nos lucros líquidos do ano corrente.

A empresa adianta ainda que irá dar início a um processo de pedido de reembolso no valor de aproximadamente 22 milhões de euros, que corresponde à diferença entre os montantes depositados até fevereiro de 2017 e o agora apurado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Artur Machado/Global Imagens.

Donos de alojamento local contestam agravamento das tarifas da água

Miguel Pina Martins, CEO da Science4you.

(Nuno Pinto Fernandes/Global Imagens)

Science4you quer alargar prazo da oferta pública até fevereiro

(Carlos Santos/Global Imagens)

Porto de Setúbal: Acordo garante fim da greve às horas extraordinárias

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
EUA revêem em baixa para 1,75% a taxa anti-dumping da Navigator