Automóvel

Eurocast e Governo formalizam investimento de 49,7 milhões

Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas.
(Gerardo Santos / Global Imagens)
Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas. (Gerardo Santos / Global Imagens)

Fábrica do grupo francês em Estarreja para o setor automóvel é co-financiada por fundos comunitários, através do COMPETE

A Eurocast, empresa que integra o grupo francês GMD, e o Governo formalizaram as minutas do contrato de investimento de 49,7 milhões de euros numa nova fábrica em Estarreja.

A unidade industrial, destinada à fundição de peças de alumínio a alta pressão para a indústria automóvel, cria 173 novos postos de trabalho diretos e permanentes, 14 dos quais altamente qualificados e criando 50 postos de trabalho indiretos.

Segundo a informação publicada no Diário da República, a fábrica da Eurocast vai permitir, em 2025, um valor anual de vendas e serviços prestados de cerca de 50 milhões de euros, com um valor acrescentado bruto anual de 18,1 milhões de euros.

A fábrica foi inaugurada a 1 de maio mas só agora foram aprovadas as minutas que permitem acesso a financiamento via fundos comunitários, através do programa COMPETE 2020.

“O projeto contempla a aquisição da mais moderna tecnologia para fundição de alumínio e sua injeção a alta pressão nos moldes específicos, tendo em vista dar início à produção de novos componentes para a indústria automóvel, bem como a instalação de um Parque de Prensas que assegura uma elevada capacidade de injeção a alta pressão e constitui uma inovação para o mercado nacional, considerando a dimensão e complexidade das peças a produzir”, segundo a informação publicada no DR.

No que respeita à origem das compras e FSE, prevê-se que a Eurocast efetue compras e proceda à contratação de serviços a empresas nacionais num montante que em 2020, ano pós-projeto, se estima ascender a cerca de 7,4 milhões de euros, acrescenta a informação.

A Eurocast prevê atingir, no ano pós-projeto, um volume de negócios na ordem dos 33,5 milhões de euros e um valor de exportações de 22,1 milhões de euros, o que representa uma intensidade de exportação de 66 %. As vendas nacionais, no valor de 11,4 milhões de euros, destinam-se a ser incorporadas em produtos orientados fundamentalmente para os mercados internacionais, traduzindo-se para a empresa em exportações indiretas.

 

Esta é a segunda fábrica do grupo em Portugal, que está presente em Arcos de Valdevez, mas será a maior unidade industrial em território nacional.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Economia portuguesa afunda 16,3% entre abril e junho

Visitantes na Festa do Avante.

Avante!: PCP reduz lotação a um terço, só vão entrar até 33 mil pessoas por dia

covid 19 portugal casos coronavirus DGS

Mais 235 infetados e duas mortes por covid-19 em Portugal. Números baixam

Eurocast e Governo formalizam investimento de 49,7 milhões