NOS

Ex-Administrador da NOS na Deutsche Telekom

Foto: DR
Foto: DR

André Almeida era um dos rostos históricos da NOS. Agora agarra funções na maior telecom da Europa

André Almeida, antigo administrador-executivo da NOS, é desde o inicio de setembro senior-vice-president da Deutsche Telekom.

Um dos nomes históricos da operadora portuguesa, onde fazia parte da comissão executiva desde outubro de 2013, tendo antes feito parte dos quadros da ZON, André Almeida justifica a saída da empresa pela vontade de desenvolver uma experiência no mercado internacional.

“Saí da NOS para poder ter uma experiência internacional. Não tenho nada sem ser boas recordações e experiências da/na NOS”, diz ao Dinheiro Vivo. “Apesar de ter, primeiro na ZON e depois na NOS, a responsabilidade pelas operações em Angola e Moçambique, achei que me faltava exposição a mais mercados e num contexto de uma empresa mais global”, reforça.

andre_almeida_bioA Deutsche Telekom, a maior empresa de telecomunicações da Europa e uma das maiores a nível mundial, foi a opção “permitindo-me assim essa oportunidade de maior crescimento internacional”.

Na Deutsche Telekom em Bona o gestor português tem o cargo de vice-presidente com responsabilidade do segmento de Consumo/Particulares das operações europeias excluindo Alemanha. Ou seja, tem sob a sua alçada a Grécia, Croácia, Hungria, República Checa, Eslováquia, Polónia, Áustria, Roménia, Macedónia, Kosovo e Albânia.

Formado em Engenharia e Gestão Industrial pelo Instituto Superior Técnico, André Almeida tem um MBA pelo INSEAD. Portugal Telecom, ZON, ZAP e, até recentemente, a NOS foram as operadoras que fazem parte do seu percurso profissional.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro critânico, Boris Johnson, (E) recebe a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen (D) no n.º 10 de Downing Street em Londres.  EPA/ANDY RAIN

Empresas portuguesas têm curso online sobre o brexit

Ilustração: Vítor Higgs

Espanhóis e chineses na corrida para entrar no capital do EuroBic

Procurador-Geral da República de Angola, Hélder Pitta Grós (EPA/MARIO CRUZ)

PGR angolano afasta mais arguidos portugueses no caso Isabel dos Santos

Ex-Administrador da NOS na Deutsche Telekom