digital

EX-CEO da PT Portugal cria consultora para o digital

Armando Almeida 

Fotografia:  Gustavo Bom / Global Imagens
Armando Almeida Fotografia: Gustavo Bom / Global Imagens

Armando Almeida juntou-se a Alexandre Nilo Fonseca para criar a A2D Consulting, para ajudar as empresas na migração para o digital.

Armando Almeida, antigo CEO da PT Portugal, é um dos co-fundadores da nova consultora A2D Consulting, uma empresa de serviços de consultadoria em transformação digital. Com o antigo gestor da operadora dona do Meo está Alexandre Nilo Fonseca, antigo diretor de comunicação e de novos negócios da PT e, atualmente, presidente da ACEPI – Associação da Economia Digital em Portugal.

“As empresas não podem correr o risco de esperarem mais para fazerem a transformação digital dos seus negócios e das suas equipas. Neste novo mundo digital, quem se atrasa corre o risco de desaparecer, mesmo aqueles que no passado lideraram”, diz Alexandre Nilo Fonseca, fundador e CEO da A2D Consulting.

A consultora quer ajudar assim as empresas a fazer a mudança para o digital. “Queremos ajudar as empresas que ainda estão muito focadas no ‘mundo analógico’ e levá-las para o atual e o futuro ‘mundo digital”, diz, por seu turno, Armando Almeida. O nosso da consultora é, por isso, simbólico dessa mudança, A2D – de Analógico para Digital. “Mas também queremos ajudar aquelas empresas que já são boas a tornarem-se excelentes em termos digitais”, continua o gestor.

Para isso, a A2D estabeleceu uma parceria a nível internacional com a The Digital Consultancy, tendo adotado no seu trabalho a metodologia dessa consultora, a 5D, que ajuda as empresas a desenvolver uma estratégia e um roadmap digital. Com esta parceria, The Digital Consultancy, que opera no Reino Unido e nos Estados Unidos, amplia o seu alcance geográfico imediato para Portugal, mas também no futuro Brasil, Espanha e outros países latinos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
mulher gravida

Não renovação de contratos com grávidas cresce 15%

mulher gravida

Não renovação de contratos com grávidas cresce 15%

Angel Gurria, secretário-geral da OCDE. Fotografia: EPA/Mario Guzmán

OCDE mais pessimista. Sinais vermelhos para a economia

Outros conteúdos GMG
EX-CEO da PT Portugal cria consultora para o digital