Turismo

Mesquita Nunes diz que nova lei do Alojamento Local é “desastrosa”

Adolfo Mesquita Nunes, ex-secretário de Estado do Turismo
Adolfo Mesquita Nunes, ex-secretário de Estado do Turismo

Adolfo Mesquita Nunes criticou a forma como a AR legislou o Alojamento Local. Disse mesmo que a lei é "desastrosa".

Adolfo Mesquita Nunes, ex-secretário de Estado do Turismo, criticou a nova lei do Alojamento Local (AL), considerando que se trata de normas “desastrosas”. “Quem legislou o AL não foi o Governo, foi a Assembleia da República. Fê-lo com um emaranhado de normas, contraditórias entre si, que não obedeceram a nenhum critério técnico e obedeceram apenas a pessoas que queriam salvar a face perante afirmações que tinham feito”, disse.

“Acabámos com uma lei desastrosa apenas porque era necessário fazer política com o Alojamento Local”, concluiu Adolfo Mesquita Nunes na intervenção que fez no Congresso da Associação Portuguesa das Agências de Viagem e Turismo (APAVT), que decorre em Ponta Delgada, São Miguel.

Agências de viagem e Alojamento Local

Eduardo Miranda, líder da Associação do Alojamento Local, considera que é possível haver um casamento entre as agências de viagem e o AL.

“O Alojamento Local hoje já representa talvez cerca de um terço das dormidas [nos últimos] cinco anos. Tenho destinos – Lisboa, a taxa turística já chega perto dos 40%, no Porto – os últimos dados que me deram – começa a aproximar-se dos 50%”, disse o responsável.

O líder da ALEP reiterou que o setor não tem ” dificuldade em trabalhar com as agências de viagem”. “O problema é que esse mundo [do AL] aconteceu em paralelo e vem de uma transformação importante: boa parte dos nossos clientes é o que chamamos viajante independente; não [viajam para ficar no] alojamento local mas pela mudança do hábito de consumo. O que temos de fazer é aproximar: eles [viajantes independentes] querem a experiência como um todo e nós só vendemos acomodação”. E é aí que as agências de viagem podem entrar fornecendo outros serviços, embora não possa ser uma oferta fechada. “Para trazer as agências para o AL tenho de fazer um face lifting”, ironizou.

“Precisamos de trazer mais o lado do conselheiro das agências de volta, a par da comunicação. Depois, há uma outra coisa que é colocar o AL dentro do negócio das agências”, rematou.

  • * Jornalista em São Miguel a convite da APAVT
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
lisboa casas turismo salarios portugal

Turismo em crise já pensa no day after

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira. TIAGO PETINGA/LUSA

Governo estima que mais de um terço dos empregados fique em lay-off

Mário Centeno, Ministro das Finanças.
Fotografia: Francois Lenoir/Reuters

Folga rara. Custo médio do petróleo está 10% abaixo do previsto no Orçamento

Mesquita Nunes diz que nova lei do Alojamento Local é “desastrosa”