Exportações de mobiliário cresceram 10%

As exportações de mobiliário de lar subiram 10% em 2013 face a 2012, totalizando os 482 milhões de euros, segundo um estudo da Informa D&B. As importações desceram 12,6%, situando-se perto dos 100 milhões de euros.

De acordo com o estudo dos Setores Portugal da Informa D&B, o aumento das exportações de mobiliário "segue a tendência do crescimento do superavit comercial com o exterior, que passou de 27 milhões de euros em 2006 para 385 em 2013".

Leia mais AIMInho está a selecionar 150 micro e pequenas empresas do Norte para lhes dar formação

Apesar do aumento das exportações ter permitido um aumento das vendas da produção nacional em cerca de 5%, no ano passado, a verdade é que em Portugal as vendas mantiveram a tendência de redução registada em anos anteriores. Assim as vendas em território nacional atingiram um valor de 335 milhões de euros, o que representa uma variação negativa de cerca de 7% em relação ao ano anterior, quando já tinha registado uma descida de 15%.

O número de empresas fabricantes de mobiliário de lar manteve-.se nos últimos anos com uma tendência de descida. Em 2012 eram cerca de 4600 empresas, um número muito inferior ao contabilizado em 2004, quando eram 6400 empresas. A maior parete das empresas, cerca de 65%, está localizada na região Norte.

Por outro lado, o número de trabalhadores do setor também tem vindo a reduzir, passando de 35800 em 2004, para pouco mais de 24000 em 2013.

Cerca de 85% do total das empresas emprega menos de dez trabalhadores e apenas três empregam de 250 pessoas, "o que reflete a notável atomização do tecido empresarial do setor".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de