Exportações têxteis registam o melhor resultado da última década

Exportações de vestuário subiram
Exportações de vestuário subiram

Nos primeiros quatro meses do ano, as exportações da indústria têxtil e de vestuário portuguesa superaram os 1,55 mil milhões de euros, registando um crescimento de 11,2% face ao período homólogo de 2013. Segundo a associação do setor, ATP, "este é o melhor resultado desde 2004", ano da liberalização do comércio têxtil e do vestuário.

A Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP) salienta, em comunicado, que o valor das exportações alcançado entre janeiro e abril “é o melhor resultado desde 2004, ano que caraterizou o fim do Acordo Multifibras e o início da liberalização mundial do comércio têxtil e vestuário” e explica que as exportações de vestuário lideraram o aumento, com uma subida de 13% (cerca de 18% no vestuário de tecido e cerca de 11% no vestuário de malha).

As exportações têxteis cresceram cerca de 10%, (destacando-se o crescimento das exportações de filamentos sintéticos ou artificiais de cerca de 52%, ou 11 milhões de euros). Os têxteis- lar registaram um crescimento de 6% nas exportações. Os destinos que assinalaram maiores crescimentos absolutos foram a Espanha, a França, o Reino Unido, Angola e EUA.

A ATP refere, ainda que as importações de têxteis e vestuário também cresceram cerca de 9% no período em análise, registando um valor de 1,13 mil milhões de euros, (46% correspondem a matérias-primas e 54% a produtos acabados, como vestuário e têxteis-lar). As importações tiveram como principais origens Alemanha, França e Itália. A Balança Comercial da ITV registou um saldo positivo de 413 milhões de euros, nestes meses.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Centeno mantém crescimento de 1,9% este ano. Acelera para 2% no próximo

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: José Sena Goulão/Lusa

Dívida pública desce mais devagar do que o previsto

desemprego Marcos Borga Lusa

Taxa de desemprego nos 5,9% em 2020. A mais baixa em 17 anos

Outros conteúdos GMG
Exportações têxteis registam o melhor resultado da última década