FBI investiga compra de Heinz

ng3114104

O FBI abriu uma investigação para apurar alegadas irregularidades nas negociações com as ações da empresa de ketchup Heinz, um dia antes da venda da empresa.

De acordo o Wall Street Jounal, o alvo do FBI são as transações com opções de compra de ações da Heinz, que tiveram movimento atípico na quarta-feira, um dia antes de a megaoperação ser anunciada. Ver aqui.

“O FBI está consciente de anomalias nas transações com papéis da Heinz um dia antes da venda. Estamos a verificar com a SEC (Securities and Exchange Commission, regulador do mercado de capitais nos EUA) para apurar se foi cometido algum crime”, disse Peter Donald, porta-voz do FBI.

A Berkshire Hathaway, do milionário Warren Buffett, e a brasileira 3G compraram a empresa 23,3 mil milhões de dólares (17,3 mil milhões de euros), constituindo um dos maiores negócios dos últimos anos nos EUA.

Ver aqui notícia da venda da companhia norte-americana.

A operação surpreendeu tudo e todos na manhã da última quinta-feira, dia 14 de fevereiro.

No dia do anúncio, as ações subiram 20%, sendo que a SEC está a tentar apurar que investidores podem ter ganhado cerca de 1,7 milhões de dólares (1,3 milhões de euros) com opções de ações da Heinz, tendo acesso à informação de que a empresa seria comprada antes de o anúncio ser feito ao mercado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
The World Economic Forum, Davos
Fabrice COFFRINI/AFP

Líderes rumam a Davos para debater a nova desordem mundial

Mário Centeno

Privados pedem ao Estado 1,4 mil milhões de euros em indemnizações

Luis Cabral, economista.
(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Luís Cabral: “Pobreza já não é só ganhar 2 dólares/dia”

FBI investiga compra de Heinz