Indústria

Ferreira Avelar lança marca descontraída para os mais jovens

Ferreira Avelar cria marca para os jovens
Ferreira Avelar cria marca para os jovens

Les Cousins é a mais recente marca de sapatos portuguesa, lançada pela Ferreira Avelar & Irmão, empresa familiar fundada em 1947 com sede em Fiães, Santa Maria da Feira.

Destinada a umcliente “sofisticado, com poder económico e bom gosto”, que aprecie “alguma excentricidade”, mas seja, simultaneamente, sóbrio e discreto”, a Les Cousins pretende ser um complemento à Profession Bottier, a marca da Ferreira Avelar dirigida a um segmento mais clássico e que tem, entre os seus muitos apreciadores, nomes como Pinto da Costa, Cristiano Ronaldo, Luís Figo, além de figuras várias do mundo da política e das artes, como Nicolas Sarkozy, Hugh Jackman ou Michael Bublé.

“Sentimos a necessidade de criar uma linha de sneekers e de mocassins para responder à procura dos nossos clientes no segmento mais casual, trendy e desportivo e deixamos para a Profession Bottier o calçado mais clássico”, explicou ao DN/Dinheiro Vivo Rúben Avelar, da área comercial e neto do fundador da empresa. Assim, a Profession Bottier passará a situar-se num patamar de preço entre os 150 e os 350 euros, enquanto os artigos Les Cousins poderão variar entre os 90 e os 130 euros. “Mas mantemos os patamares de exigência e qualidade, quer ao nível das matérias-primas quer do processo de fabrico, no qual mantemos grande parte do sapato produzido artesanalmente.”

Embora a nova marca só vá ser oficialmente lançada na próxima Micam, que decorrerá em Milão de 1 a 4 de setembro, a Ferreira Avelar tem já dois agentes contratados, um que representará a Les Cousins em exclusivo na África do Sul e um em França, que representará as duas marcas da empresa.

Com 112 trabalhadores, uma produção anual de 120 mil pares de sapatos e uma faturação superior a seis milhões de euros, a Ferreira Avelar está presente em mais de 20 mercados, com especial destaque para a Holanda, a Alemanha, a França e o Japão. Para este mercado específico, e a pedido de um distribuidor local que aconselhou a empresa a apresentar uma marca que contasse uma história de família, foi reativada a marca Avelar, que apresenta os mesmos produtos da Profession Bottier mas com o packaging e o branding diferentes. “A Avelar foi uma forma de homenagear a primeira geração da família, que criou a empresa, a Les Cousins homenageia a segunda geração”, diz Rúben Avelar, neto dos fundadores. Só 15% do volume de negócios são assegurados pelas suas marcas próprias, mas a intenção é reforçar este peso.

A marca, que apresentará na Micam a sua primeira coleção para a primavera-verão 2016, pretende abordar os mercados onde a Ferreira Avelar já está presente, mas com uma aposta especial nos Estados Unidos. “Temos já uma reunião agendada com um grupo de distribuição americano na Micam”, refere Rúben Avelar, que reconhece haver um “novo potencial” no mercado americano, graças ao aumento crescente do interesse dos consumidores pelos produtos made in Portugal. “Com um canal de distribuição forte, acreditamos que temos condições para sermos bem–sucedidos neste mercado”, refere.

A Les Cousins arranca com três linhas – running, sport chic e car shoe (sapatos de vela ou mocassins) – e três modelos em cada uma delas, além das inúmeras variações de cores e materiais. E o objetivo é adicionar uma nova linha em cada época. Quanto a vendas, as previsões apontam para crescimentos anuais na ordem dos 10% a 15%. “Não estabelecemos objetivos de vendas para a primeira época porque se trata de uma coleção de verão e é sempre uma incógnita. O calçado de homem é mais forte no inverno, portanto, tudo depende de como funcionar a primeira época”, explica Rúben Avelar. E acrescenta: “Após a apresentação na Micam estaremos, com certeza, em melhor posição para avaliar.”

Sobre o investimento na criação da Les Cousins, diz ter sido “relativamente baixo”, porque “o know how existe na empresa, basicamente resume-se ao plano de comunicação”. Que não irá, para já, além dos cem mil euros. “Não esperamos gastar mais do que isso numa primeira fase. Depois sim, quando começarmos a fazer as feiras específicas com a Les Cousins…”, frisa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Presidente do Conselho de Finanças Públicas (CFP), Nazaré da Costa Cabral. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Linhas de crédito anti-covid ainda podem vir a pesar muito nas contas públicas

Fotografia: Fábio Poço/Global Imagens

Apoio a rendas rejeitado devido a “falha” eletrónica

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Só 789 empresas mantiveram lay-off simplificado em agosto

Ferreira Avelar lança marca descontraída para os mais jovens