transportes

Ferrovia. Apenas 15% das obras prometidas estão no terreno

Fotografia: Artur Machado / Global Imagens
Fotografia: Artur Machado / Global Imagens

Até fevereiro de 2018 só arrancaram obras em 79 quilómetros; nesta altura, deveriam existir obras em 528 quilómetros.

Apenas 15% das obras prometidas para a ferrovia estão no terreno. Este é o estado de execução do plano de investimento em infraestruturas Ferrovia 2020, que foi apresentado em 2016 pelo ministro Pedro Marques e que prevê obras em 1193 quilómetros em linhas de caminho-de-ferro. Até fevereiro de 2018, no entanto, só arrancaram obras em 79 quilómetros; nesta altura, deveriam existir obras em 528 quilómetros.

A linha do Minho, entre Nine e Viana do Castelo, e o troço entre Alfarelos e Pampilhosa (Mealhada) são os únicos percursos que estão a ser intervencionados pela Infraestruturas de Portugal (IP), adianta esta terça-feira o jornal Público.

Por esta altura, já deveriam estar concluídos 70 quilómetros em obras, como as ligações entre Alfarelos e Pampilhosa, entre Elvas e a fronteira de Caia, entre Évora e Évora Norte e entre Caíde e Marco de Canavezes. Mas nada ficou concluído até agora, apesar dos anúncios que o Ministro Pedro Marques tem feito nos últimos meses. Estes quatro projetos representam um investimento de 165 milhões de euros.

Sucedem-se atrasos nos restantes oito projetos: por falta de planeamento da IP e rescisão do contrato de empreitada (Caíde-Marco de Canavezes); contestação da população de parte do traçado (Évora-Évora Norte); falta de visto do Tribunal de Contas (Guarda-Covilhã); falta de de assinatura da adjudicação (linha da Beira Alta). Noutras situações, o ministério do Planeamento e das Infraestruturas alega incumprimento do calendário dos estudos, projetos e avaliação de impacto ambiental.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Orçamento pode trazer novo alívio de 200 milhões de euros no IRS

Ponte 25 de Abril

Atrasos no concurso não comprometem arranque das obras na Ponte 25 de Abril

LEONARDO NEGRAO /Global Imagens

Grupo português investe 80 milhões na compra da Toys “R” Us Iberia

Outros conteúdos GMG
Ferrovia. Apenas 15% das obras prometidas estão no terreno