Fintech: Pagamentos e transferências são funções perdidas pela banca

Os pagamentos e transferências de dinheiro são funções que estão praticamente perdidas pelos bancos para os novos concorrentes na área de fintech

Os pagamentos e transferências de dinheiro são funções que estão praticamente perdidas pelos bancos para os novos concorrentes na área de fintech, que oferecem soluções mais baratas e rápidas, mas também a concessão de crédito e de guarda de recursos estão ameaçadas, disse Luís Miguel Vieira, administrador-executivo da AFIP-FinTech e InsurTech.

"Atingiu-se um tipping point (altura crítica de mudança). A função de pagamentos e transferências está praticamente perdida para a indústria fintech", afirmou o responsável da associação portuguesa de fintech, na Money Conference, do Dinheiro Vivo e da EY, sobre 'Fintech - O Futuro do Dinheiro', a decorrer esta quinta-feira em Lisboa.

Adiantou que outras funções da banca estão ameaçadas, como a guarda de recursos que enfrenta a forte ameaça nas moedas digitais e da tecnologia blockchain. Também a função de concessão de empréstimos está sob ameaça, nomeadamente de plataformas de crowdfunding (angariação de capital junto de uma pool de investidores).

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de