Automóvel

Ford quer ter rede de veículos de transporte sem condutor em 2021

Ford-c04523b6f2e18e37cabb2074ba540a48b5125a21

A construtora automóvel norte-americana pretende ter a sua rede de táxis sem condutor em 2021. O objetivo é transportar bens e pessoas.

A Ford tem planos para operar a sua própria rede de táxis sem condutor em 2021, de acordo com o Financial Times (FT). A construtora automóvel pretende assim apostar neste segmento e tem como objetivo transportar bens e serviços.

Jim Farley, presidente da Ford para área de mercados mundiais, revelou que a empresa pretende operar a sua própria rede de veículos, em vez de vender a sua tecnologia.

“O nosso pensamento atual é que vamos deter a nossa frota e operá-la”, afirmou Jim Farley ao FT. A Ford está a realizar testes aos seus veículos autónomos em Miami, em parceria com a empresa de pizas Domino e a empresa de logística Postmates.

“Um das partes mais importantes dos testes é o próprio modelo de negócio”, acrescentou, assinalando que é ainda necessário decidir como é que as receitas vão ser divididas, quanto é que os consumidores vão pagar pelas entregas.

A companhia ambiciona também abrir a sua rede aos pequenos empresários locais para que estes possam transportar os seus bens.

A Ford, como recorda o FT, gastou mil milhões de dólares no ano passado na aquisição da Argo, uma startup que trabalha na área da inteligência artificial (IA). Com esta operação, a Ford pretende concorrer com a Waymo e com a Uber, bem como com os rivais General Motors e Toyota.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: REUTERS/Philippe Wojazer/File Photo

Comissão Europeia multa Altice em 125 milhões pela compra antecipada da PT

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Mário Centeno diz que “não há folga orçamental”

Jean-Claude Juncker, Presidente da Comissão Europeia.  EPA/PATRICK SEEGER

Bruxelas pode fazer cortes de 6% em coesão e agricultura

Outros conteúdos GMG
Ford quer ter rede de veículos de transporte sem condutor em 2021