Futebol

Fosun investe no futebol português com entrada no capital do Rio Ave

Rio Ave, treinado por Luís Castro, terminou época 2016/2017 no 7.º lugar. Fotografia: JOSÉ COELHO/LUSA
Rio Ave, treinado por Luís Castro, terminou época 2016/2017 no 7.º lugar. Fotografia: JOSÉ COELHO/LUSA

Rio Ave poderá ser o segundo clube com capital da Fosun, após compra do emblema britânica Wolverhampton, que será treinado por Nuno Espírito Santo

A Fosun, a dona da Fidelidade e maior acionista do BCP, prepara-se para investir no futebol português. O grupo chinês deverá injetar mais de 10 milhões de euros no capital da futura SAD – Sociedade Anónima Desportiva – do Rio Ave. As negociações estão praticamente concluídas e a entrada dos chineses no clube de Vila do Conde deverá ocorrer após a aprovação em assembleia geral.

Segundo o jornal O Jogo desta quinta-feira, além da injeção inicial de mais de 10 milhões de euros, estão previstos investimentos como a remodelação do Estádio dos Arcos, a ‘casa’ do Rio Ave, assim como a construção de um centro de formação.

António Silva Campos, presidente do Rio Ave, tem defendido a entrada de um investidor estrangeiro no clube, algo que possível apenas com a mudança de SDUQ (Sociedade Unipessoal por Quotas) para a SAD. Como SDUQ, apenas o clube pode ser o único sócio da sociedade, o que impede a entrada de investidores.

A Fosun comprou em julho de 2016 o Wolverhampton por 45 milhões de libras (51,6 milhões de euros, segundo o câmbio atual). O emblema britânico compete na segunda liga inglesa e será treinado por Nuno Espírito Santo, ex-treinador do FC Porto, na próxima época.

Em Portugal, o grupo liderado por Guo Guangchang é o dono da seguradora Fidelidade, com cerca de 85% do capital, e que detém o grupo Luz Saúde, além de ter investido na empresa Thomas Cook, em 2015. A Fosun é também a maior acionista do BCP – com mais de 25% do capital, e tem autorização para chegar ao patamar dos 30% – e detém 5,3% da REN.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (D), e o presidente da Câmara Municipal de Loures, Bernardino Soares (E), participam na conferência de imprensa no final de uma reunião, em Loures. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Costa: “Há países que foram colocados em listas vermelhas por retaliação”

João Rendeiro, ex-gestor do BPP

João Rendeiro, ex-presidente do BPP, condenado a pena de prisão

António Costa Silva
JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Costa Silva defende retoma da alta velocidade e novo aeroporto

Fosun investe no futebol português com entrada no capital do Rio Ave