China

Fosun quer “procurar e desenvolver” startups

Guo Guangchang lidera o conglomerado chinês Fosun, criado em 1992. Fotografia: REUTERS/Jason Lee
Guo Guangchang lidera o conglomerado chinês Fosun, criado em 1992. Fotografia: REUTERS/Jason Lee

Lucros do conglomerado chinês subiram 17,3% em 2015

O grupo chinês Fosun, que em Portugal detém a seguradora Fidelidade, quer “procurar e desenvolver ‘unicórnios'”, anunciou hoje, recorrendo ao termo que classifica as startups que atingem uma valorização superior a mil milhões de dólares.

“A Fosun acredita que, além das empresas da Internet, pode ser criado um conjunto de negócios ‘unicórnio’ nos setores das finanças, saúde, entretenimento, inovação e indústrias transformadoras”.

Entre os “unicórnios” mais conhecidos a nível mundial destaca-se o Facebook, Uber, Dropbox, Airbnb ou Snapchat.

“A Fosun eventualmente tornar-se-á num ‘Unicórnio’ gigante com imenso poder”, escreveu aos investidores o presidente do grupo, Guo Guangchang, conhecido como “o Warren Buffet da China”.

Leia aqui: O mistério dos milionários chineses desaparecidos

No relatório anual daquele consórcio, enviado à agência Lusa em Pequim, o termo “unicórnio” surge por 19 vezes, ilustrando o crescente interesse do grupo em empresas ‘startups’.

No ano passado, a Fidelidade e o Fosun anunciaram a criação de um programa de aceleração de ‘startups’, o Protechting, cujos projetos finalistas serão premiados com um ‘roadshow’ na China, em meados de junho, segundo confirmou hoje fonte do Fosun à Lusa.

Lucros sobem 17,3%

Em 2015, o grupo registou um aumento de 17,3% dos lucros, para 8.040 milhões de yuan (1.098 milhões de euros).

Na área seguradora, assumida como “um motor decisivo para o futuro crescimento” do grupo, a par do investimento, os lucros somaram 2.100 milhões de yuan (287 milhões de euros), um aumento de 88,4% em relação a 2014.

O mesmo documento detalha que, em 2015, a Fosun aumentou a sua participação na Fidelidade para 84,986% e que, em dezembro passado, injetou 500 milhões de euros em capital suplementar no seu negócio no ramo dos seguros em Portugal, que inclui ainda 80% da Multicare e Fidelidade Assistência.

Com participações em companhias de seguros na China continental, Estados Unidos e Hong Kong, a Fosun investe igualmente nos setores da saúde, imobiliário, turismo e indústria farmacêutica.

No fim de 2015, os seus ativos no domínio dos seguros excediam 180.600 milhões de yuan (24.672 milhões de euros), representando quase metade (44,6%) do total do grupo.

Fundado em Xangai, no início da década de 1990, a Fosun é considerado um dos mais lucrativos consórcios privados chineses.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa. MÁRIO CRUZ/LUSA

Défice externo até julho agrava-se para 1633 milhões de euros

Lisboa. MÁRIO CRUZ/LUSA

Défice externo até julho agrava-se para 1633 milhões de euros

EDP. (REUTERS/Eloy Alonso)

Concorrência condena EDP Produção a multa de 48 milhões

Outros conteúdos GMG
Fosun quer “procurar e desenvolver” startups