Tecnologia

Freitheit: Tech alemã contrata 30 pessoas para Portugal. Quer chegar às 150

Claudia Dietze, cofundadora e diretora geral da freiheit.com, no terraço da cobertura do novo escritório, em Lisboa. (DR)
Claudia Dietze, cofundadora e diretora geral da freiheit.com, no terraço da cobertura do novo escritório, em Lisboa. (DR)

Plataforma instalou-se em Lisboa em novembro de 2018. Mercedes, Volkswagen e Metro são algumas das parceiras alemãs.

A Freiheit.com é a mais recente plataforma alemã a escolher Portugal para abrir um escritório. Esta tecnológica desenvolve software em grande escala para empresas como a Mercedes, Volkswagen e METRO e é ainda parceira da Google. Até ao final deste ano, vai contratar 30 pessoas para o escritório de Lisboa; quer chegar, a médio prazo, aos 150 trabalhadores.

“Neste momento, a nossa equipa em Lisboa tem 15 pessoas mas até ao final do ano seremos 30. Com tempo, temos o objetivo de chegar às 150 pessoas – o mesmo número do nosso principal escritório, na Alemanha. Queremos construir, em Lisboa, instalações semelhantes às que temos em Lisboa”, aponta fonte oficial da empresa contactada pelo Dinheiro Vivo.

A tecnológica alemã está desde novembro de 2018 no espaço de trabalho partilhado LACS. “Os novos engenheiros portugueses trabalham em estreita colaboração com a equipa sediada na Alemanha – os mesmos clientes, o mesmo software e o mesmo compromisso de apresentação de um resultado final de alta qualidade”.

Entretanto, a empresa alemã “celebrou acordos de colaboração com as universidades tecnológicas lisboetas e contratou vários colaboradores portugueses, que passaram todos por um período mínimo de seis semanas de integração, no escritório da Freiheit.com”

Claudia Dietze, co-fundadora e presidente executiva da Freitheit.com, estima que Portugal venha a ser uma aposta duradoura. “Lisboa tem imenso para nos oferecer, com a sua beleza, atmosfera inspiradora e pessoas excelentes que nos acolheram bem, desde o início. Aqui, visamos atingir a excelência a longo prazo, com uma equipa composta pelos melhores engenheiros.”

Várias empresas alemãs têm escolhido Portugal nos últimos anos para abrir centros tecnológicos, sobretudo em Lisboa e no Porto. Exemplo disso são as próprias BMW, Volkswagen e Daimler, que iniciaram, em 2017 e 2018, centros de desenvolvimento de software para a área automóvel. A Zalando, a Zoi e a Xing foram outras duas empresas que decidiram abrir escritórios para desenvolvimento de tecnologia a partir de Portugal.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Freitheit: Tech alemã contrata 30 pessoas para Portugal. Quer chegar às 150