Tecnologia

Fundador da Uber deixa administração da empresa

Travis Kalanick. REUTERS/Danish Siddiqui
Travis Kalanick. REUTERS/Danish Siddiqui

O empresário vai cortar todas as ligações com a empresa para se dedicar a "novos negócios e iniciativas filantrópicas".

O co-fundador e antigo CEO da Uber, Travis Kalanick, vai abandonar a administração da empresa até ao final do ano, escreve a Reuters.

Travis Kalanick, que ajudou a fundar a Uber em 2009, foi forçado a sair do cargo de presidente executivo em 2017 após uma sequência de escândalos. Na altura foi substituído por Dara Khosrowshahi.

O empresário vai cortar todas as ligações com a empresa para se dedicar a “novos negócios e iniciativas filantrópicas”.

A saída não é surpresa para muitos, já que Travis Kalanick tinha vendido quase todas as suas ações da Uber quando terminou o período de lock up.

“Poucos empreendedores construíram algo tão profundo como Travis Kalanick fez com a Uber. Sou imensamente grato pela visão e tenacidade de Travis durante a construção da Uber e pela sua experiência como membro do conselho”, afirmou em comunicado o CEO da Uber, Dara Khosrowshahi.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Mário Centeno

Centeno volta a cativar mais dinheiro

Natalidade. Fotografia: Pedro Granadeiro / Global Imagens

Despesa com apoios à família é a quinta mais baixa da UE

Greve dos estivadores do Porto de Setúbal.

Estivadores de Setúbal anunciam greves parciais mas poupam Autoeuropa

Fundador da Uber deixa administração da empresa