Fundo 5G da NOS lidera ronda de investimento de 4,4 milhões na Knok

A Knok é a segunda empresa portuguesa a receber investimento do Fundo NOS 5G. A startup, que oferece uma plataforma que facilita o acesso e a prestação de cuidados de saúde primários remotos, quer expandir-se internacionalmente.

A startup portuguesa Knok Healthcare angariou 4,4 milhões de euros numa ronda de investimento coliderada pelo Fundo NOS 5G e pela Triple Point, foi esta quinta-feira anunciado. A Knok é, assim, a segunda startup a receber verbas do fundo 5G da NOS, que procura projetos que possam beneficiar da nova vaga tecnológica.

Em comunicado, a empresa de telecomunicações explica que investiu na Knok porque esta "desenvolve soluções completas e totalmente integradas de telemedicina", podendo "beneficiar fortemente da tecnologia 5G". O chief technology officer da NOS, Jorge Graça, aponta a saúde como uma das áreas "que mais irá beneficiar desta tecnologia" e, por isso, considera a aposta na Knok "é um importante marco para o Fundo NOS 5G".

"Entusiasma-nos saber que, ao apoiar a knok no desenvolvimento de soluções que criam valor, conveniência e eficiência para pacientes e médicos, estamos a contribuir para a modernização do setor da saúde e da sociedade", afirma o administrador tecnológico da telecom.

Fundada em 2015 pelo economista José Bastos e pelo médico João Magalhães, a knok tem o objetivo de facilitar o acesso dos utentes a cuidados de saúde primários. Como faz isso? Através de uma aplicação móvel e de uma plataforma que integra videoconsultas e ferramentas de apoio à triagem e monitorização remota dos utentes, através da inteligência artificial. Num único sistema, a Knok promete ajudar a identificar sintomas e partilhar informação clínica com um médico em tempo real.

Atualmente, esta startup portuguesa opera sob uma base de dados de mais de 160 mil consultas realizadas em 12 países, através de uma rede de mais de três mil médicos em nove especialidades, de acordo com o comunicado da NOS. A startup garante que já serve mais de 2 milhões de utentes nos quatro continentes, destacando-se países como o Brasil, África do Sul e Angola e Reino Unido.

De acordo com José Bastos, CEO e cofundador da Knok, o sucesso da última ronda de investimento coloca a startup "numa nova fase de desenvolvimento". Agora, o objetivo é acelerar a expansão nacional e internacional, "reforçando a presença em Espanha, Brasil e outros países da América Latina, chegando à Índia, Reino Unido e Itália".

Para a prossecução dessa expansão, José Bastos elege a NOS como um "parceiro tecnológico fundamental". "Estamos muito entusiasmados por poder contar com o seu apoio e know-how em 5G que nos permitirá levar o nosso produto para outro nível, tornando-o cada vez mais diferenciado a nível global", sublinha.

O Fundo NOS 5G foi criado em 2019 com o objetivo de investir em projetos inovadores, desde a infraestrutura de rede até produtos ou serviços finais para os consumidores. O foco são as jovens empresas de rápido crescimento com projetos tecnológicos ainda numa primeira fase de desenvolvimento. Este fundo é gerido pela Armilar Venture Partners e tem dez milhões para aplicar em projetos que visem o 5G, mas também a Internet das Coisas, realidade aumentada e realidade virtual, bem como cloud computing e cibersegurança.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de