sustentabilidade

Fundo da EDP investe 430 mil euros em projeto sustentável no Bangladesh

Startup do Bangladesh vai permitir que mais 5 mil famílias tenham acesso à rede elétrica de forma eficiente até ao final do ano.
Startup do Bangladesh vai permitir que mais 5 mil famílias tenham acesso à rede elétrica de forma eficiente até ao final do ano.

EDP Ventures investiu na SOLshare, startup que permite criar pequenos negócios com a energia obtida pelos painéis solares.

A EDP Ventures, a sociedade de capital de risco da elétrica portuguesa, liderou uma ronda de investimento de 1,7 milhões de dólares (1,5 milhões de euros) para um projeto sustentável no Fundo da EDP investe 430 mil euros em projeto sustentável no Bangladesh. A unidade de investimento nacional contribuiu com 500 mil dólares (cerca de 430 mil euros) para financiar a SOLshare, empresa que desenvolveu uma nova solução que vai permitir que a eletricidade chegue de forma mais eficiente à casa de mais de 5 mil famílias no Bangladeche até ao final de 2018.

A SOLshare desenvolveu a solução Solbox, que é instalada em casas com sistemas de geração distribuída, como painéis solares. Em vez de os cidadãos terem apenas energia oriunda do seu pequeno painel solar, são criadas as tais micro-redes, que permitem mercado a compra e venda de energia entre as habitações (peer-to-peer), explica a EDP Ventures em nota de imprensa emitida esta sexta-feira.

A solução do Bangladesh permite ainda a criação de pequenos negócios: se houver energia não consumida durante o dia, há outras casas ou mesmo estabelecimentos comerciais que a podem receber, mediante um pequeno pagamento.

Esta tecnologia irá contribuir para que mais pessoas tenham eletricidade: em 2018, há 50 milhões de habitantes no Bangladesh que não têm acesso à rede elétrica. Por causa disso, há mais de cinco milhões de pequenos sistemas solares em residências.

A EDP Ventures descobriu a SOLshare na edição de 2018 do programa de aceleração Free Electrons, dedicado à área de energia e que conta com a elétrica portuguesa como um dos membros fundadores. A qualidade da equipa do Bangladeche e os resultados positivos das instalações feitas até à data convenceram os investidores portugueses.

“Estamos muito satisfeitos por ajudarmos a alavancar o trabalho notável desta startup, que atua na intersecção de duas áreas muito importantes para o grupo EDP, o acesso universal a energia sustentável e a eficiente utilização da geração solar residencial” assinala Luís Manuel, administrador da EDP Inovação.

“Acreditamos que as redes inteligentes peer-to-peer que estamos a construir no Bangladeche podem ser o futuro para as elétricas a nível global. Os 5 milhões de sistemas solares domésticos que aqui estamos a começar a interligar são apenas o início”, refere Sebastian Groh, o líder da SOL Share, que entrou recentemente na comunidade Techncial Pioneers, do Fórum Económico Mundial, que junta empresas com elevado potencial de criar impacto positivo na economia e na sociedade.

A EDP Ventures foi criada em 2008 para atuar como instrumento de capital de risco do grupo EDP e já investiu mais de 27 milhões de euros, contando atualmente com 19 startup portuguesas e estrangeiras no seu portfólio. Estas empresas geram atualmente cerca de 40 milhões de euros em receitas por ano e já criaram mais de 500 postos de trabalho. Este fundo participou recentemente, por exemplo, na ronda de investimento, em série A, de 11,8 milhões de dólares (10,1 milhões de euros) da DefinedCrowd, startup portuguesa da área da inteligência artificial.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (MANUEL DE ALMEIDA/LUSA)

Marcelo. “Não se pode esperar um, dois, três meses por respostas europeias”

coronavírus em Portugal (covid-19) corona vírus

140 mortos e 6408 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Fundo da EDP investe 430 mil euros em projeto sustentável no Bangladesh