Tecnologia

Atenção. Se usa o WhatsApp, atualize-o já

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

O WhatsApp está a encorajar os seus utilizadores a atualizarem a app, depois de ter sido detetado malware no serviço de troca de mensagens.

Foi detetada uma nova vulnerabilidade no WhatsApp, que pode chegar através de uma simples chamada. Por isso mesmo, é aconselhável que os utilizadores do serviço de troca de mensagens atualizem a aplicação.

A vulnerabilidade foi detetada no final de agosto e partilhada no Google Project Zero, onde investigadores trocam informação sobre malware e resoluções de bugs. Esta vulnerabilidade pode afetar tanto utilizadores de Android como iOS – a versão web do WhatsApp não teve qualquer tipo de problemas, pelo menos segundo os investigadores do Google Project Zero.

Leia também | 10 erros que vai querer evitar no WhatsApp

Uma chamada de vídeo, aparentemente inofensiva, feita através do WhatsApp, poderia dar acesso a um ‘hacker’, que passaria a ter controlo de várias funcionalidades das contas do WhatsApp. Meios como o ZDNet, que citam vários investigadores, referem que se tratava de “um bug na memória”, que criava uma espécie de porta aberta para os hackers; enquanto isso, a chamada utilizada um protocolo específico, RTP (real-time transport protocol)

Entretanto, a vulnerabilidade já foi corrigida pelos programadores do serviço, disponibilizada em diferentes datas para os utilizadores de Android e iOS. Para evitar quaisquer transtornos, é aconselhável que os utilizadores atualizem o WhatsApp para a versão mais recente.

Leia também | Facebook já estará a testar anúncios no WhatsApp

Veja mais sobre tecnologia em insider.dn.pt

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação do Orçamento do Estado para 2019. 16 de outubro de 2018. REUTERS/Rafael Marchante

Bruxelas envia carta a Centeno a pedir o triplo do esforço orçamental

lisboa-pixabay-335208_960_720-754456de1d29a84aecbd094317d7633af4e579d5

Estrangeiros compraram mais de mil imóveis por mais de meio milhão de euros

João Galamba (secretário de estado da energia) , João Pedro Matos Fernandes (Ministro para transição energética) e António Mexia  (EDP) durante a cerimonia de assinatura de financiamento por parte do Banco Europeu de Investimento (BEI) da Windfloat Atlantic. Um projecto de aproveitamento do movimento eólico no mar ao largo de Viana do Castelo.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Mexia diz que EDP volta a pagar a CESE se governo “cumprir a sua palavra”

Outros conteúdos GMG
Atenção. Se usa o WhatsApp, atualize-o já