retalho

Forum Sintra e Montijo mudam de nome

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Os centros comerciais Forum Sintra e Forum Montijo vão mudar de nome em setembro, passando a chamar-se Alegro Sintra e Alegro Montijo, anunciou esta quinta-feira a gestora e proprietária, Ceetrus Portugal.

“O rebranding da marca Alegro vai ser acompanhado pela apresentação de uma nova identidade visual, mas também uma nova assinatura e posicionamento da marca, que perfaz atualmente 12 anos de existência – tendo sido criada exclusivamente para o mercado português com a abertura do Centro Comercial Alegro Alfragide”, explica a Ceetrus em comunicado.

Só em setembro é que os dois centros comerciais vão receber a nova imagem visual da marca Alegro, numa segunda fase da implementação deste rebranding. Até lá, concretiza-se a primeira fase, que compreende o alinhamento dos espaços físicos para este novo posicionamento.

“A primeira [fase], em curso, prevê um alinhamento dos espaços físicos face ao novo posicionamento Alegro e às expectativas dos clientes, depois de uma fase inicial de escuta exaustiva nos novos Alegro Sintra e Alegro Montijo. A segunda fase, agendada para setembro, trará a público a nova imagem visual da marca Alegro, incluindo a atualização das fachadas, bem como a conclusão do leque de intervenções programadas na primeira fase”, revela a Ceetrus Portugal.

“O Alegro Montijo recebe uma ciclovia, um parque de estacionamento coberto, novas ‘sitting areas’ [áreas de estar], playground interior, um ‘food court’ [praça de restauração] renovado e uma aposta em painéis fotovoltaicos e serviços de mobilidade”, revela a empresa proprietária, acrescentando que os dois centros comerciais irão receber também “um novo balcão de informações para receber os clientes, com um leque de serviços alargado a partir da mudança da marca”.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O presidente do conselho de administração executivo da EDP, António Mexia, fala perante a Comissão Parlamentar de Inquérito ao Pagamento de Rendas Excessivas aos Produtores de Eletricidade, na Assembleia da República em Lisboa, 26 fevereiro de 2019. TIAGO PETINGA/LUSA

Novos presidentes interinos da EDP e EDP Renováveis revelados ainda hoje

Sede da EDP 
(Gerardo Santos / Global Imagens)

CMVM suspende negociação da EDP e da EDP renováveis

(DR)

Covid-19 empurra 10,9% compras no super. Gastou-se 4,6 mil milhões até junho

Forum Sintra e Montijo mudam de nome