Mundial 2018

França ganhou o Mundial. Portugal as audiências

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Final na Rússia foi das menos vistas entre as finais do Mundial 2014 e Euro 2016. Jogos de Portugal entre os mais vistos

A final que sagrou a França como campeã Mundial foi vista por cerca de 3 mil telespectadores, tendo a partida frente à Croácia sido assistida em média por 1,5 milhões de portugueses, tendo garantido à RTP1 no horário de transmissão um share de 52,2%.

O encontro, que os Bleau venceram por quatro bolas a duas, foi o quinto mais visto do Mundial, melhor só mesmo os jogos que envolveram a Seleção nacional. Foi o jogo frente ao Irão de Carlos Queiroz que gerou mais audiências durante a competição, tendo sido visto por um total de 4,9 milhões de telespectadores e em média por 3,1 milhões de pessoas no lar. O Portugal x Irão garantiu à RTP1 um share de 75,9%.

“O derradeiro jogo do Mundial 2018, que consagrou a Seleção Gaulesa como campeã do mundo 20 anos depois, foi o 17º programa mais visto do ano. No dia da sua transmissão, a RTP1 registou um aumento de share de mais 5 pontos percentuais face à média do mês de maio e de mais 3.3 pontos percentuais face à média do mês de junho. Mesmo com a emissão de um jogo desta importância, a RTP1 não conseguiu liderar o dia em termos de share, ultrapassando apenas a SIC”, destaca a Initiative/Mediabrands.

O interesse dos telespectores foi crescente ao longo do jogo. “Os três golos apontados neste primeiro tempo mantiveram os telespectadores sintonizados na RTP1, que registou até ao intervalo uma audiência média de 1,4 milhões e um share de 50.8%”, descreve a agência de meios. “Na segunda parte, somaram-se mais três golos e as audiências subiram ligeiramente, registando-se uma audiência média de 1,8 milhões de telespectadores e um share de 58.3%. O ponto alto da partida deu-se quando já todos esperavam pelo apito final, onde 1,9 milhões viram os festejos da Seleção Francesa”, sintetiza.

A Sport TV1, que transmitiu em simultâneo esta partida, registou uma audiência média de 15 mil telespectadores e um share de 0.7%.

Final do Mundial na Rússia com menos audiências

“A final entre a França e a Croácia foi a menos vista entre as finais do Mundial 2014 e Euro 2016. Esta última foi a que registou uma audiência média superior, ao ultrapassar os 3,6 milhões de telespectadores, justificada pela presença da Seleção Portuguesa no derradeiro jogo da competição”, destaca a Initiative/Mediabrands.

Já a final do Mundial 2014 no Brasil, transmitida pelas 20h na RTP1, registou uma audiência média de 2,6 milhões de telespectadores, valor que contrasta com a final do Mundial 2018: 1,5 milhões. “Esta performance justifica-se pelo horário de transmissão aliado ao menor mediatismo que este jogo gerou face aos restantes”, justifica a agência de meios.

Jogo do 3º e 4º lugar com menos interesse para os portugueses

No sábado confrontaram-se as seleções da Bélgica e a Inglaterra para disputar o 3º e 4º lugar do Mundial. O jogo, no qual a Bélgica emergiu como vencedora por duas bolas a zero, gerou uma audiência total de 1,7 milhões e uma média de 662 mil telespectadores, a que correspondeu um share de 30.6% para a RTP1 durante a sua transmissão. “Este foi o 22º jogo mais visto da competição, em virtude de a hora de transmissão não ter sido a mais favorável (15h)”, refere a Initiative/Mediabrands.

O golo apontado pelo belga Meunier aos 4 minutos despertou o interesse dos telespectadores pelo jogo, fazendo as audiências aumentar até ao final da primeira parte. “Esta atingiu uma audiência média de 605 mil telespectadores e um share de 27.5%. No segundo tempo, registou-se um ligeiro aumento (785 mil telespectadores e 36.3% de share). O segundo golo da partida, já perto do fim do jogo, foi o momento mais visto onde 873 mil portugueses viram Hazard balançar as redes inglesas com um golo que viria a confirmar a Bélgica como a 3ª classificada do Mundial 2018”, descreve a Initiative/Mediabrands.

No dia da transmissão, a RTP1 verificou uma diminuição de 0.2 pontos percentuais ao seu share face à média do mês de maio e de menos 1.9 p.p. face à média do mês de junho. “Mesmo com a emissão de um jogo que iria definir o 3º classificado da competição, a RTP1 contrariou a tendência de aumentar o seu share diário face às médias dos meses de maio e junho, ao perder pontos face às estações concorrentes”, refere a agência de meios.

Na Sport TV1 este encontro registou uma audiência total de 77 mil telespectadores e um share de 0.7%.

 

Acompanhe esta e outras análises em IPG Mediabrands Worldcup 2018

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Saídas para a reforma disparam 43% na função pública

Foto: DR

EDP flexibilizou pagamento de faturas no valor de 60 milhões de euros

Carteiros

CTT vão entregar cartão de cidadão em casa. Piloto arranca em Oeiras

França ganhou o Mundial. Portugal as audiências