Ambiente

Inovação na energia em Portugal vale três prémios das Nações Unidas

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Combate à pobreza energética vale prémios durante a conferência sobre alterações climátcas

A democratização do acesso às energias renováveis da Coopérnico, a reabilitação de casas degradadas da associação Just a Change e o mapeamento de pobreza energética da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa valeram três prémios a Portugal. As distinções foram entregues feitas esta segunda-feira pelas Nações Unidas, no âmbito da conferência sobre Alterações Climáticas (COP23).

Estas distinções foram atribuídas no âmbito do programa “Social Innovation to Tackle Fuel Poverty”, organizado pela Ashoka e pela fundação Schneider Electric. Este programa identifica e envolve organizações inovadoras que trabalhem no domínio da pobreza energética e da sustentabilidade energética na Europa (Alemanha, Grécia, Itália, Portugal e Espanha).

Os vencedores portugueses vão participar no Globalizer X, um programa de mentoria personalizado para desenvolver uma estratégia de escala para obtenção de resultados positivos.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Francisco Pedro Balsemão, CEO do grupo Impresa. Foto: DR

Impresa.Reestruturação já atingiu 20 trabalhadores. E chegou ao Expresso

PCP

Subsídios por duodécimos no privado também acabam em 2018

Turistas no novo terminal de cruzeiros de Lisboa, Santa Apolónia. Fotografia: Gustavo Bom/Global Imagens

Instituto alemão prevê boom na construção em Portugal até 2020

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Inovação na energia em Portugal vale três prémios das Nações Unidas