Ambiente

Inovação na energia em Portugal vale três prémios das Nações Unidas

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Combate à pobreza energética vale prémios durante a conferência sobre alterações climátcas

A democratização do acesso às energias renováveis da Coopérnico, a reabilitação de casas degradadas da associação Just a Change e o mapeamento de pobreza energética da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa valeram três prémios a Portugal. As distinções foram entregues feitas esta segunda-feira pelas Nações Unidas, no âmbito da conferência sobre Alterações Climáticas (COP23).

Estas distinções foram atribuídas no âmbito do programa “Social Innovation to Tackle Fuel Poverty”, organizado pela Ashoka e pela fundação Schneider Electric. Este programa identifica e envolve organizações inovadoras que trabalhem no domínio da pobreza energética e da sustentabilidade energética na Europa (Alemanha, Grécia, Itália, Portugal e Espanha).

Os vencedores portugueses vão participar no Globalizer X, um programa de mentoria personalizado para desenvolver uma estratégia de escala para obtenção de resultados positivos.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Vieira da Silva e Cláudia Joaquim
Fotografia: Leonardo Negr‹ão / Global Imagens

300 mil recibos verdes abrangidos pelas novas regras de desconto

José Filomeno dos Santos fotografado como presidente do Fundo Soberano de Angola. Fotografia: Medium

Filho de José Eduardo dos Santos está em prisão preventiva

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral. (Fotografia: José Coelho/ Lusa)

Caldeira Cabral anuncia abertura de Call para o Turismo com 18 milhões

Outros conteúdos GMG
Inovação na energia em Portugal vale três prémios das Nações Unidas