Ambiente

Inovação na energia em Portugal vale três prémios das Nações Unidas

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Combate à pobreza energética vale prémios durante a conferência sobre alterações climátcas

A democratização do acesso às energias renováveis da Coopérnico, a reabilitação de casas degradadas da associação Just a Change e o mapeamento de pobreza energética da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa valeram três prémios a Portugal. As distinções foram entregues feitas esta segunda-feira pelas Nações Unidas, no âmbito da conferência sobre Alterações Climáticas (COP23).

Estas distinções foram atribuídas no âmbito do programa “Social Innovation to Tackle Fuel Poverty”, organizado pela Ashoka e pela fundação Schneider Electric. Este programa identifica e envolve organizações inovadoras que trabalhem no domínio da pobreza energética e da sustentabilidade energética na Europa (Alemanha, Grécia, Itália, Portugal e Espanha).

Os vencedores portugueses vão participar no Globalizer X, um programa de mentoria personalizado para desenvolver uma estratégia de escala para obtenção de resultados positivos.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Página inicial

Paulo Macedo presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos
(Orlando Almeida / Global Imagens)

Centeno dá bónus de 655 297 euros à administração da CGD

Outros conteúdos GMG
Inovação na energia em Portugal vale três prémios das Nações Unidas