aviação

Maior avião do mundo está prestes a levantar voo

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

O voo inaugural deverá acontecer no próximo verão e em 2020 está programada a estreia comercial. Para já, continua a fase de testes.

O avião da companhia aeroespacial de Paul Allen, co-fundador da Microsoft, poderá fazer a sua estreia nos ares já no próximo verão.

Construído no Colorado, Califórnia, o Stratolaunch (nome oficial do aparelho) tem 117 metros de envergadura (superior a um campo de futebol), conta com seis motores do Boeing 747, 28 rodas e a carga máxima para poder descolar são 589 toneladas.

O principal objetivo do avião será o de lançar pequenos foguetões que transportam satélites e colocá-los em órbita. Para isso, o avião atingirá uma altitude de 35.000 pés, lançando depois os mesmos para o espaço.

Quanto a Allen, e de acordo com o The Washington Post, o seu principal desejo é o de facilitar o acesso ao espaço e, com a ajuda dos satélites que colocará em órbita, conseguir monitorizar a saúde do planeta, mapear rotas de animais, detetar pesca ilegal e medir os efeitos do aquecimento global.

Leia também: Vai viajar de avião? Siga estes conselhos (pela sua saúde)

O Stratolaunch tem uma autonomia de voo de aproximadamente 3700 quilómetros, mede 15 metros de altura e já realizou diversos testes no ano passado, anunciados pela empresa que se mostrou radiante, através de comunicado publicado no site, com o decorrer das operações. “Estamos todos orgulhos e entusiasmados”, referiu o aircraft program manager, George Bugg.

O voo inaugural deverá acontecer no próximo verão e em 2020 está programada a estreia comercial, de acordo com as informações que estão a ser adiantadas pela imprensa internacional. Até o avião descolar para a sua primeira viagem, estão agendados mais três testes. Até à data a Stratolaunch Systems ainda não publicou nenhuma confirmação oficial no seu site.

 

 

 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves. (ANTÓNIO COTRIM/LUSA)

TAP compromete-se a “adicionar e ajustar planos de rota”

O primeiro-ministro, António Costa. JOÃO RELVAS/POOL/LUSA

Costa. Lay-off deve deixar de ser fator de perda de rendimento

covid 19 portugal casos coronavirus DGS

1356 mortos e 31292 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Maior avião do mundo está prestes a levantar voo