retalho

Mercadona vai chegar à Maia e continua a contratar

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Retalhista espanhola revela ainda que alterou a morada de um dos quatro supermercados, que ia ser construído em Gaia mas que passou para a Maia.

A Mercadona mantém a aposta no Norte português para expandir o negócio que tem no mercado retalhista alimentar. Contudo, a empresa espanhola anunciou que um dos quatro supermercados previstos para Portugal, a serem inaugurados em 2019, vai mudar de zona, passando um dos dois supermercados previstos em Vila Nova de Gaia para a Maia, na freguesia de Vermoim.

Ali, descreve em comunicado, “a Mercadona escolheu um terreno com 13.000 m2, onde irá construir um supermercado que terá uma área de vendas de 1.800 m2, além de um espaço adicional para a zona de colaboradores e um parque de estacionamento com capacidade para 204 lugares”.

Os restantes espaços mantêm, por isso, o destino original: um em Matosinhos, outro em Gondomar e ainda outro em Vila Nova de Gaia.

Nesta senda, o processo de recrutamento, anunciado em dezembro passado e reiterado em janeiro deste ano, mantém-se ativo, apesar dos milhares de candidaturas que chegaram ao departamento de Recursos Humanos da marca.

“Para o processo que agora se inicia na Maia, à semelhança do que acontece com as outras três lojas, a Mercadona procura operadores de supermercado para todas as secções: Frutaria, Peixaria, Talho, Charcutaria, Pastelaria e Padaria, Perfumaria, Caixas, Reposição, Limpeza, Serviço ao Domicílio e Manutenção. Os candidatos deverão ter a escolaridade mínima obrigatória, disponibilidade para trabalhar em horário semanal de 40 horas e uma forte orientação para o atendimento ao cliente”, refere a Mercadona em comunicado.

Para os candidatos que passarem à fase seguinte, a Mercadona garante “uma formação inicial em Espanha, onde aprenderão o Modelo de Qualidade Total (modelo de gestão aplicado pela Mercadona) e a desempenhar as funções próprias do respetivo posto de trabalho”, período durante o qual “os colaboradores terão todos os gastos de alojamento e alimentação a cargo da empresa, assim como as deslocações”.

As candidaturas podem ser feitas em www.mercadona.pt, acedendo à secção “Emprego” e submetendo o seu currículo.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O presidente do Novo Banco, António Ramalho, conversa com Teresa Leal Coelho (ausente da foto), presidente da Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa, durante a audição na Assembleia da República, Lisboa, 21 de março de 2019.  ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Ramalho: “DG Comp não tem particular simpatia pelos bancos portugueses”

António Tomás Correia, presidente da Associação Mutualista Montepio Geral

( Gustavo Bom / Global Imagens )

ASF inicia processo de avaliação da idoneidade de Tomás Correia

Rodrigo Costa, CEO da REN Fotografia: MÁRIO CRUZ/LUSA

Rodrigo Costa: “Já pagámos 127,5 milhões” de CESE

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Mercadona vai chegar à Maia e continua a contratar