Tecnologia

Sabe qual foi a primeira extravagância do multimilionário da Microsoft?

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Ainda antes de se tornar num multimilionário, mas já com muitos dólares no bolso, Bill Gates fez aquilo que diz ter sido uma 'extravagância'.

Os anos podem ter passado e Bill Gates já não é o homem mais rico do mundo, mas há um título de que poucos se podem orgulhar: o marco de ter uma fortuna avaliada em mil milhões de dólares, aos 31 anos. Ainda antes desse marco, já com muitos dólares no bolso, o multimilionário fez aquilo que diz ter sido uma extravagância… mas controlada.

Em março de 1986, quando a Microsoft entrou em bolsa, Bill Gates e o seu amigo Paul Allen tornavam-se multimilionários. Uns anos depois, Paul Allen viria a abandonar a liderança da Microsoft, devido a problemas de saúde. O mês passado, Allen morreu, aos 65 anos, vítima de cancro, com muitos responsáveis atuais da Microsoft a reconhecer que se tinha perdido uma mente brilhante do mundo da tecnologia.

Leia também | Morreu Paul Allen, cofundador da Microsoft

Nos anos 80, quanto tinha cerca de 30 anos, Gates permaneceu como diretor-geral da Microsoft e, com o passar do tempo, até se tornou no homem mais rico do mundo. Em 1986, as ações da Microsoft que vendeu renderam-lhe 1,6 milhões de dólares – os 45% de ações que deixou na carteira estavam valorizados em cerca de 350 milhões de dólares.

A primeira decisão do jovem CEO quando se tornou um milionário, ainda antes da entrada em bolsa? Com uma dose de responsabilidade, pagou a hipoteca da casa, no valor de 150 mil dólares, conforme contou à Fortune – coisa pouca para quem tinha acabado de receber um milhão. A questão é que, nos anos 80, a Microsoft não era ainda a gigante dos dias de hoje, onde o sistema operativo Windows figura numa percentagem considerável: segundo dados da Statista, em julho deste ano, quase 83% dos computadores usavam o sistema operativo da Microsoft.

Leia também | Data center subaquático da Microsoft já tem câmaras com transmissão em direto

Mas se essa decisão demonstra sensatez, também há a primeira compra que Bill Gates fez e que considera uma “extravagância”: comprar um carro de luxo, um Porsche 911, mas com alguma moderação, já que se tratava de um carro usado.

Durante anos, o homem forte da Microsoft era conhecido como um acelera, amante de velocidade, que colecionava multas e que, uma vez, até precisou da ajuda de Allen para pagar uma fiança, justamente pelo seu gosto pela velocidade. É daí que surge a famosa ‘mugshot’ de Bill Gates, na altura bem mais jovem.

Leia também | Saiba quanto ganharia se trabalhasse na Apple, Google ou Microsoft

Quando a Microsoft ainda ocupava um espaço perto do deserto do Novo México, Bill Gates era conhecido por gostar de tomar decisões ao volante de carros rápidos, justamente no deserto.

Em 2012, o Porsche de Bill Gates, que o multimilionário diz ter sido o primeiro carro do qual foi dono, foi a leilão, na Áustria.

Com os anos, já mais moderado, Gates reconhece que foi uma sorte não ter morrido ao volante durante essas sessões para pensar. Afastado do cargo de CEO desde 2000, por decisão própria, Gates trabalha hoje na fundação Bill & Melinda Gates, onde estuda soluções para promover cuidados de saúde em vários pontos do globo.

Percorra a galeria de imagens para ver a primeira extravagância de Bill Gates, após se ter tornado milionário.

Veja mais sobre tecnologia em insider.dn.pt

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
16. Empregados de mesa

Oferta de emprego em alta no verão segura aumento de salários

Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (Fotografia: José Coelho/ Lusa)

Marcelo aprova compra do SIRESP. Governo fica com “acrescidas responsabilidades”

draghi bce bancos juros taxas

BCE volta a Sintra para o último Fórum com Draghi na liderança

Outros conteúdos GMG
Sabe qual foi a primeira extravagância do multimilionário da Microsoft?