Tecnologia

Não gasta gasolina e até pode andar na Lua. Conheça o ‘novo’ carro da Toyota

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

A marca de automóveis Toyota tem uma nova missão: vai colaborar com a Agência Aeroespacial Japonesa (JAXA), para criar um veículo autónomo que possa aterrar na superfície lunar.

As duas entidades vão juntar-se para criar um veículo pressurizado e autónomo, com seis rodas, que seja capaz de transportar dois humanos, ao longo de uma distância de 10 mil quilómetros. Para alimentar este veículo, a empresa planeia utilizar energia solar, com a tecnologia de células solares criada pela Toyota.

De acordo com a informação divulgada sobre os planos desta missão, este veículo será do tamanho de dois mini-bus, com cerca de 13 metros quadrados de espaço no habitáculo. Será neste espaço que os astronautas poderão relaxar enquanto viajam. Sendo um veículo pressurizado, os astronautas poderão viajar sem fato espacial, o que garantiria à missão maior liberdade de movimentos dentro do veículo.

Este veículo chegará à Lua algures em 2029, explica a Agência Espacial do Japão. A ideia é que possa chegar antes dos humanos, quase que para fazer um reconhecimento do terreno. Sendo um veículo autónomo, poderá facilmente viajar até ao ponto de chegada dos humanos.

Vivem-se tempos particularmente intensos no mundo da exploração espacial – nomeadamente no que toca às viagens espaciais com um cariz mais turístico. Este mês, a SpaceX de Elon Musk foi bem-sucedida no teste de chegada à Estação Espacial Internacional, por exemplo.

Veja mais sobre tecnologia em insider.dn.pt

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Carlos Costa, Governador do Banco de Portugal

BES: Processos contra Banco de Portugal caem para metade

O primeiro-ministro, António Costa, gesticula durante o debate quinzenal na Assembleia da República, em Lisboa, 19 de março de 2019. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

António Costa: “Portugal vai continuar a crescer acima da média europeia”

Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/ LUSA

Rendas na energia: João Matos Fernandes encontrou “ambiente crispado”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Não gasta gasolina e até pode andar na Lua. Conheça o ‘novo’ carro da Toyota