RGPD

Os 10 erros mais comuns das empresas com o RGPD

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Veja os dez erros mais frequentemente cometidos pelas empresas e departamentos de Recursos Humanos. Veja na fotogaleria quais são.

O novo Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) entrou em vigor a 25 de maio de 2018 e levou a várias mudanças nas empresas. Várias organizações tiveram de se adaptar e mudar a forma como gerem os dados e as informações, sob pena de serem multadas.

Este regulamento visa uniformizar práticas de privacidade entre os vários Estados membros da União Europeia. Vai substituir a diretiva e lei de proteção de dados, que regia o tema da privacidade até aqui e que permitia que cada Estado adaptasse um conjunto de práticas à sua legislação. O Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) está há dois anos a ser testado e está a ser aplicado há dois meses.

Leia também: Perguntas e respostas do novo regulamento de proteção de dados

Apesar de já ter sido introduzido há mais de 60 dias, há empresas que continuam a cometer alguns erros. A Seresco, empresa multinacional especializada no fornecimento de soluções tecnológicas e de transformação digital das empresas, analisou, através da sua área de Processamento Salarial e Recursos Humanos, os dez erros mais frequentemente cometidos pelas empresas e departamentos de Recursos Humanos. Veja na fotogaleria quais são.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Trump Xi China

Trump ameaça Pequim e ordena às empresas: “saiam da China”

Emmanuel Macron, presidente francês. Fotografia: Direitos Reservados

Fogos na Amazónia: França e Irlanda ameaçam bloquear acordo com Mercosul

O ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, intervém durante uma conferência de imprensa para fazer o ponto de situação sobre a crise energética, no Ministério do Ambiente e da Transição Energética, em Lisboa, 13 de agosto de 2019. JOÃO RELVAS / LUSA

Ministro do Ambiente: “Há cada vez mais condições” para que greve não aconteça

Outros conteúdos GMG
Os 10 erros mais comuns das empresas com o RGPD