Energia

Galp anuncia início da produção de primeiro navio-plataforma no Brasil

Fotografia: direitos reservados
Fotografia: direitos reservados

Esta unidade tem capacidade para processar diariamente 150 mil barris de petróleo e seis milhões de metros cúbicos de gás, explica a Galp.

A Galp anunciou esta quinta-feira, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a entrada em produção da primeira unidade replicante no campo Lula/Iracema, no Brasil. Trata-se de um navio-plataforma para a produção de petróleo e gás natural, explica a Petrobrás, que lidera o consórcio.

A FPSO P-66, que esta quinta-feira começou a ser produzida, é uma unidade flutuante que terá a função de separar o óleo do gás e da água durante o processo de produção, armazená-lo nos tanques de carga e depois transferi-lo para os petroleiros. É “a sétima unidade a entrar em operação no campo Lula/Iracema, em apenas seis anos, e a primeira unidade replicante a iniciar produção”, explica a Galp.

A unidade vai operar na área de Lula Sul, no pré-sal da bacia de Santos, e prevê-se que seja interligada a dez poços produtores e a oito injetores. A aproximadamente 290 km da costa do estado do Rio de Janeiro, a FPSO P-66 está ancorada a uma profundidade de água de 2150 metros e tem capacidade para processar diariamente 150 mil barris de petróleo e seis milhões de metros cúbicos de gás, explica a Galp.

De acordo com a energética, que tem uma participação de 10% neste consórcio através da subsidiária Petrogal Brasil, serão construídas seis unidades semelhantes.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
João Lousada no deserto de Omã como astronauta análogo, em 2018

João Lousada. Conheça o primeiro português a liderar a Estação Espacial

João Lousada no deserto de Omã como astronauta análogo, em 2018

João Lousada. Conheça o primeiro português a liderar a Estação Espacial

Fotografia: REUTERS/Henry Nicholls - RC122C9DD810

Cartas de Boris Johnson causam surpresa e perplexidade em Bruxelas

Outros conteúdos GMG
Galp anuncia início da produção de primeiro navio-plataforma no Brasil