Galp apresenta lucros de 327 milhões de euros até setembro

Forte subida do negócio de exploração e produção de petróleo e gás natural explicam reversão dos prejuízos registados nos primeiros nove meses de 2020.

A Galp regressou aos lucros nos primeiros nove meses deste ano. A energética apresentou um resultado positivo de 327 milhões de euros entre janeiro e setembro, o que compara com os prejuízos de 45 milhões de euros verificados no mesmo período de 2020. A forte subida do negócio de exploração e produção de petróleo e gás natural (upstream) justifica a melhoria do desempenho da companhia, segundo a informação divulgada nesta segunda-feira junto da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O negócio de upstream contribuiu com 1,428 mil milhões de euros para as contas da Galp, mais 80% do que em igual período do ano passado, apesar de a produção média ter descido 4% para 127,3 mil toneladas de barris por dia até setembro devido a restrições operacionais. A subida do preço do petróleo nos mercados internacionais acabou por anular este efeito.

As operações comerciais contribuíram com 229 milhões de euros para o resultado até setembro, menos 10% em comparação com 2020. Apesar de as vendas de produtos petrolíferos e de eletricidade terem aumentado 4% e 25%, respetivamente, houve uma "maior contribuição de segmentos de maior valor" até setembro de 2020, o que explica a diminuição das receitas.

O negócio industrial e de gestão de energia teve uma diminuição dos resultados de 38%, para 60 milhões de euros, muito por culpa da descida de 14% das vendas de eletricidade da cogeração. Mesmo sem contar com o desempenho da refinaria de Matosinhos, as matérias-primas processadas foram de 63,3 toneladas de barris de petróleo por dia, menos 1% do que até setembro de 2020.

Na área das energias renováveis, o contributo foi negativo em 14 milhões de euros. A empresa conta atualmente com 4746 MW de produção em energia renováveis, dos quais 927 MW já estão em operação, em Portugal e em Espanha.

Na apresentação de resultados até setembro, a Galp atualizou ainda as perspetivas de negócio até ao final do ano. Para 2021, a empresa conta com 2,3 mil milhões de euros de lucros antes de juros, impostos, amortizações e depreciações (EBITDA), mais 15% do que anteriormente previsto. A empresa estima que o preço médio do barril de petróleo Brent (do mar do Norte) situe-se em 70 dólares.

A subida do preço do petróleo ajuda a mitigar a previsão de "recuperação inferior da procura de produtos petrolíferos" na Península Ibérica, por culpa do preço dos combustíveis.

(Notícia atualizada às 7h39 com mais informação)

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de