Galp confirma mais uma descoberta na Bacia de Santos, no Brasil

ng4283233

A Galp Energia anunciou maisuma descoberta numa perfuração do segundo poço de petróleo na área de Carcará, localizado nas águas ultraprofundas da Bacia de Santos, no Brasil.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a petrolífera portuguesa informa que “a perfuração do segundo poço na área de Carcará (Bloco BM-S-8), localizado nas águas ultraprofundas da Bacia de Santos, confirmou o potencial de petróleo leve nos reservatórios do pré-sal e a extensão para norte da descoberta de Carcará”.

Segundo a empresa, o poço 3-SPS-105 (3-BRSA-1290-SPS), informalmente conhecido como Carcará Norte, está localizado na área do Plano de Avaliação da Descoberta (PAD) de Carcará, a cerca de 229 quilómetros do litoral do Estado de São Paulo, 4,6 quilómetros a norte do poço pioneiro e a uma profundidade de 2.072 metros.

“A perfuração comprovou a extensão da descoberta de petróleo de boa qualidade, em reservatórios carbonáticos de excelente qualidade, situados abaixo da camada de sal, a partir dos 5.820 metros de profundidade”, refere o comunicado.

Este poço, ainda em perfuração dentro da coluna de petróleo, “atingiu até ao momento 6.178 metros de profundidade e constatou uma coluna de petróleo com cerca de 358 metros em reservatórios contínuos e conectados”, sendo que os dados de pressão obtidos comprovam tratar-se da mesma acumulação do poço pioneiro.

A Galp Energia adianta que, após concluída a perfuração, está prevista “a realização de um teste de formação para avaliar a produtividade dos reservatórios”, sendo que, para este ano está programada a continuidade da perfuração do poço Carcará Noroeste.

O Plano de Avaliação da descoberta de Carcará, aprovado pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) está previsto terminar em março de 2018.

A Galp Energia, através da sua subsidiária Petrogal Brasil, detém uma participação de 14% no consórcio que explora o bloco BM-S-8, cabendo 66% à Petrobras (operadora), 10% à Barra Energia do Brasil Petróleo e Gás e 10% à Queiroz Galvão Exploração e Produção S.A.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Banco de Portugal

Bancos concederam moratórias a 741 623 empréstimos entre março e junho

Pingo Doce

PD. Sindicato quer impugnar no Tribunal “golpada” no referendo do banco de horas

Hiper Pingo Doce__00266

Sindicato leva banco de horas do Pingo Doce a tribunal

Galp confirma mais uma descoberta na Bacia de Santos, no Brasil