Energia

Galp prepara mil milhões de euros de investimento para 2019

Carlos Gomes da Silva, presidente executivo da Galp. Foto: D.R.
Carlos Gomes da Silva, presidente executivo da Galp. Foto: D.R.

Crescimento do investimento para este ano, ainda assim, será mais baixo do que no ano anterior. Galp espera melhores resultados em 2019.

A Galp prevê um reforço do investimento em 2019 para cerca de 1.000 milhões de euros e estima que a produção cresça entre 8% e 12%, abaixo do aumento registado em 2018, anunciou esta segunda-feira a petrolífera ao mercado.

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa liderada por Carlos Gomes da Silva atualizou os principais indicadores esperados para 2019 e 2020 “no seguimento da atualização do contexto macroeconómico e operacional”.

“A produção total (‘working interest’) deverá aumentar entre 8% e 12% em 2019, enquanto a taxa média agregada de crescimento no período 2018-20 deverá situar-se entre 12% e 16%”, refere a petrolífera, que em 2018 reforçou a produção em 15% e atingiu um valor médio anual de 107,3 mil barris diários de petróleo e gás.

Já o resultado das atividades operacionais deverá aumentar entre 10% e 15% (CAGR 2018-20), tendo no último ano subido 2% para 1,6 mil milhões de euros.

O resultado ajustado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (EBITDA) deverá situar-se entre 2,1 mil milhões e os 2,2 mil milhões de euros em 2019 e acima de 3 mil milhões de euros a partir de 2020, crescimento esse impulsionado pela atividade internacional, depois de ter fechado 2018 com um EBITDA de 2,2 mil milhões de euros.

Já o investimento orgânico estimado é de cerca de 1.000 milhões de euros por ano em 2019 e 2020, depois de, em 2018, ter atingido os 899 milhões de euros, incluindo o pagamento de 103 milhões de euros relacionado com as aquisições de novos ativos no Brasil durante o período.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Dos blueprints  dos primeiros automóveis, ao topo dos carros elétricos atuais, de elon Musk, em homenagem, a Nikolas Tesla.
Ilustração: VITOR HIGGS

Automóvel. Em 20 anos do euro mudou tudo, menos a carga fiscal e o líder

João Vieira Lopes, presidente da Confederação do Comércio e Serviços.
(Jorge Amaral/Global Imagens)

Vieira Lopes: “Metas do governo são realistas mas é preciso investimento”

A EDP, liderada por António Mexia, vai pagar o maior cheque de dividendos da bolsa nacional.

PSI20.Menos lucros mas o mesmo prémio aos acionistas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Galp prepara mil milhões de euros de investimento para 2019