Energia

Gas Natural sonda China Three Gorges por causa da EDP

Isidro Fainé, presidente da Gas Natural
Isidro Fainé, presidente da Gas Natural

"Expansion" noticiou que o presidente da empresa espanhola esteve recentemente na China para avaliar uma eventual fusão com a elétrica portuguesa.

A Gas Natural Fenosa sondou a China Three Gorges sobre a eventual criação do maior gigante energético da Península Ibérica, de acordo com o jornal “Expansión”.

O jornal espanhol noticia que o presidente Isidro Fainé esteve recentemente na China onde manteve contactos com os responsáveis do maior acionista da elétrica portuguesa tendo em vista a possibilidade de criar um grande player no setor energético a nível europeu.

A viagem decorreu num momento em que os analistas antevêem um novo processo de consolidação do setor, como o que se viveu há dez anos.

O “Expansion” escreve ainda que a intenção de a Gas Natural avançar com uma fusão ganhou força há um ano com a entrada do fundo norte-americano GIP.

Em julho surgiram rumores de que já haveria negociações entre a Gas Natural e a EDP tendo em vista uma eventual fusão, mas ambas as empresas desmentiram a existência de contactos formais.

A Reuters chegou mesmo a noticiar que a operação, avaliada em 35 mil milhões de euros, daria lugar à criação da quarta maior energética da Europa.

 

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Orlando Almeida/Global Imagens

Turismo vale 16% da atividade económica portuguesa

Mário Centeno, ministro das Finanças. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Défice público cai 59% até ao final de outubro

Marco Schroeder

Marco Schroeder renuncia a cargo de CEO da Oi

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Gas Natural sonda China Three Gorges por causa da EDP