Geserfor-Nortempo reforça presença em Portugal

A Geserfor – Nortempo prossegue a sua política de expansão no território português e acaba de abrir duas novas delegações, uma na Maia, no distrito do Porto, e outra em São João da Madeira, no distrito de Aveiro. Com a abertura destes escritórios, o consórcio amplia a sua rede de serviços, posicionando-se em duas regiões estratégicas, reconhecidas como motores industriais do Norte de Portugal.

Num país onde as agências de recursos humanos têm ainda espaço para crescer, a Geserfor, irmã lusa desta união, sai reforçada com estas aberturas, alargando o seu leque de potenciais clientes e melhorando a faturação. Ao mesmo tempo, esta é uma decisão estratégica que poderá, também, servir de alavanca para que a sociedade entre no mercado de outros países de língua oficial portuguesa.

Inserido num mercado fragilizado graças à conjuntura económica mundial, fortemente repercutida na crise que se vive atualmente na Península Ibérica, o grupo Geserfor – Nortempo apresenta, só em Portugal, um volume de faturação superior a 3,4 milhões de euros nos primeiros sete meses deste ano, o que representa um crescimento de 16,2% face ao mesmo período de 2011.

Também o número de clientes novos aumentou 63,1%, o que se repercute num incremento de cerca de 65% na faturação correspondente aos novos negócios. Tudo isto representa um aumento de 258,6% da rentabilidade do grupo, quando comparados os primeiros sete meses de 2011 e 2012.

A localização das duas novas delegações foi selecionada estrategicamente, tendo em conta que a Maia é uma das cidades mais industrializadas do País e que São João da Madeira apresenta um apetecível dinamismo industrial. Com uma população de mais de 100 mil habitantes, o concelho da Maia é assumidamente vocacionado para a indústria, tendo particular importância certos setores específicos, como a indústria do vestuário, o setor alimentar e panificação, a eletrónica e telecomunicações, a metalomecânica e a construção civil. Muito embora a evolução tecnológica ocorra a um ritmo alucinante, encontramos ainda muitas empresas que utilizam a mão-de-obra intensiva como fator preponderante na sua produção, como o comprova o facto de 66% dos cidadão ativos trabalharem no setor industrial.

Já São João da Madeira é um dos mais pequenos municípios portugueses, sendo contudo um dos que regista uma maior densidade populacional e que apresenta um forte posicionamento graças ao seu dinamismo industrial. Situado a Sul da Área Metropolitana do Porto, dá continuidade à faixa industrial que se estende até Aveiro, sendo uma zona muito dinâmica onde se situam os principais polos nacionais de indústrias, como a cortiça, o calçado e o fabrico de moldes. A sua população ativa é ocupada principalmente pela indústria, estando a área dos serviços a crescer.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
epa05492274 A handout picture provided by Intel Corp. on 17 August 2016 shows Intel CEO Brian Krzanich (L) and Technical Marketing Engineer Craig Raymond (R) demonstrating the Project Alloy virtual reality headset during a presentation at the Intel Developer Forum in San Francisco, California, USA, 16 August 2016.  EPA/INTEL CORPORATION/HANDOUT  HANDOUT EDITORIAL USE ONLY/NO SALES

Project Alloy. Não é realidade virtual, é realidade misturada

Catarina Martins diz que 2017 será o ano do "combate às rendas, na saúde e como na energia".

Catarina Martins: “Nenhum passo atrás e nenhuma transigência”

Rui Freire conta com experiência na Microsoft, grupo Havas e Global Media Group. Fotografia: DR

Rui Freire passa da Microsoft para o grupo Omnicom

Aplicação desenvolvida pela EPAL tem interessados em países africanos e europeus. Fotografia: Pedro Rocha/ Global Imagens

WONE já poupou 68 milhões de euros em água

Fotografia: REUTERS/ Lucy Nicholson

Estes são os atores mais bem pagos do mundo, segundo a Forbes

arranjar emprego

Gig economy. A nova moda do mercado laboral não serve a Portugal

Conteúdo Patrocinado
Geserfor-Nortempo reforça presença em Portugal