Tecnologia

Google investe no desenvolvimento digital da Índia

A companhia quer expandir a rede Wi-Fi e fornecer um serviço offline de YouTube no país.

De forma a acelerar a entrada da Índia na globalização tecnológica, a Google anunciou uma série de iniciativas para o país.

O gigante tech quer instalar mais de 50 estações de Wi-Fi gratuitas, em locais públicos, com internet de fibra. Pretende ainda lançar o YouTube Go, que permite ver vídeos offline. A ideia é que a Índia seja o mercado de lançamento da aplicação mas que depois esta seja introduzida também noutros países.

Outras medidas implicam otimizar a utilização de dados do Chrome, Google Play e News, permitindo aos utilizadores gravar dados, e ainda desenvolver a utilização do Assistente em lingua hindu.

Com uma população de 1.4 mil milhões de pessoas prevista para 2022, a Índia é um mercado crescente muito atrativo para a maioria das empresas de tecnologia. A cada segundo, estima-se que três indianos entrem online pela primeira vez, o que significa 10 mil pessoas por hora. Contudo, apenas um em cada cinco adultos tem acesso à Internet, e normalmente as ligações são extremamente lentas.

O Facebook é outro dos gigantes tecnológicos que tem investido na Índia, com um programa de Free Basics, no qual oferece acesso limitado à internet a certos websites.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

LUÍS FORRA/LUSA

Dia 7. Termina greve dos motoristas

Francisco São Bento, presidente do SNMMP. Foto: Sara Matos/Global Imagens

Cinco momentos chave numa greve de sete dias

Outros conteúdos GMG
Google investe no desenvolvimento digital da Índia