privatização da TAP

Governantes, compradores, presidente e regulador chamados ao Parlamento

Novo acordo entre Governo e consórcio Atlantic Gateway foi assinado a 6 de fevereiro. Fotografia: Diana Quintela/ Global Imagens
Novo acordo entre Governo e consórcio Atlantic Gateway foi assinado a 6 de fevereiro. Fotografia: Diana Quintela/ Global Imagens

Os principais intervenientes na privatização da TAP vão ser chamados ao parlamento para prestar esclarecimentos sobre o processo de venda.

Os principais intervenientes na privatização da TAP vão ser chamados ao parlamento para prestar esclarecimentos sobre o processo de venda da companhia aérea nacional.

Na sequência do requerimento do Bloco de Esquerda, aprovado hoje por unanimidade, vão ser chamados, do lado dos governos, o antigo ministro da Economia António Pires de Lima, o ex-secretário de Estado dos Transportes Sérgio Monteiro e o atual ministro das Infraestruturas, Pedro Marques, que tem a tutela da transportadora aérea nacional.

Os novos donos da TAP – os empresários David Neeleman e Humberto Pedrosa – também vão ser chamados à comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, bem como o presidente executivo da TAP, Fernando Pinto.

Do ramo da regulação, os deputados querem ouvir o presidente da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC), Luís Silva Ribeiro.

Os deputados do CDS-PP Pedro Mota Soares e do PCP Bruno Dias admitiram vir a chamar outros nomes, na sequência das primeiras audições sobre a privatização da TAP.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: ANTÓNIO CARRAPATO/LUSA

Maior credor de Portugal:juros baixos são temporários em países com rating fraco

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: ANTÓNIO CARRAPATO/LUSA

Maior credor de Portugal:juros baixos são temporários em países com rating fraco

(Fotografia: Carlos Manuel Martins/ Global Imagens)

Funcionários do SEF, Fisco e Segurança Social detidos em megaoperação da PJ

Outros conteúdos GMG
Governantes, compradores, presidente e regulador chamados ao Parlamento