Investimento

Governo aprova contratos de investimento para criar 165 empregos até 2021

Imagem de arquivo dos colchões Molaflex.
Imagem de arquivo dos colchões Molaflex.

Molaflex e Volvalis vão investir um total de 24,4 milhões de euros em novos projetos e terão apoios fiscais.

Há 165 novos postos de trabalho que vão ser criados em Portugal até 2021 e que vão contar com apoio financeiro. O Governo aprovou esta quinta-feira, em Conselho de Ministros, os projetos da Molaflex e da Volvalis para beneficiarem dos contratos fiscais de investimento a celebrar com o Estado português.

O maior investimento é da parte da Volvalis. A empresa de isolamentos minerais pretende criar 65 novos empregos até 2020 graças a um investimento de 16 milhões de euros, segundo o comunicado difundido pelo Conselho de Ministros.

Quem vai criar mais empregos, no entanto, é a empresa de colchões Molaflex, que vai criar 100 novos postos de trabalho até 2020. O projeto da empresa de Santa Maria da Feira irá contar com um investimento de 8,4 milhões de euros.

Em janeiro de 2018, foi noticiada pelo Jornal de Negócios a deslocalização de toda a produção da Molaflex das unidades de São João da Madeira e de Porriño (Galiza) para Santa Maria da Feira.

O Conselho de Ministros aprovou ainda o prolongamento, por mais um ano, do projeto de investimento da empresa de escapes Faurecia no montante de 41,5 milhões de euros. A multinacional francesa prometeu, em 2016, criar 400 novos postos de trabalho nos dois anos seguintes em Bragança além dos 850 que já emprega, conforme o Dinheiro Vivo escreveu em dezembro de 2016.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ilustração: Pedro Fernandes

Há mais de 500 mil imóveis a pagar “imposto Mortágua”

Fotografia: Cristiana Milhão/Global Imagens

Compras em loja aumentam 12% e aproximam-se do pré-pandemia

portugal covid 19 coronavirus

1342 mortos e 31007 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Governo aprova contratos de investimento para criar 165 empregos até 2021