aviação

Governo dos Açores diz que nova rota da Delta comprova atratividade turística

delta airlines

O presidente do Governo Regional considerou ser "um dado positivo" o anúncio da operação, a partir de maio, para o arquipélago da Delta Airlines.

O presidente do Governo Regional considerou esta sexta-feira ser “um dado positivo” e “uma prova sólida e consistente” da “atratividade crescente dos Açores enquanto destino turístico” o anúncio da operação, a partir de maio, para o arquipélago da Delta Airlines.

“É um dado positivo e que com a dimensão com que esta operação tem no seu anúncio é uma prova sólida e consistente da atratividade crescente dos Açores enquanto destino turístico”, afirmou Vasco Cordeiro, em declarações aos jornalistas, à margem da inauguração da creche da Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada, em São Miguel.

A Delta Airlines anunciou quinta-feira que vai começar a operar, a partir de 25 de maio, novas rotas para os Estados Unidos (EUA), a partir de Lisboa e dos Açores.

A nova rota, com partida de Lisboa e desembarque no Aeroporto Internacional de Hartsfield Jackson, em Atlanta, vai complementar o voo para Nova Iorque, que foi lançado este ano.

Já a rota sazonal entre os Açores e Nova Iorque será operada cinco vezes por semana, ligando a ilha de São Miguel a mais de 80 destinos em continuação.

Em comunicado, o vice-presidente transatlântico da Delta Airlines, Dwight James, disse que a rota entre Lisboa e os Estados Unidos tem sido bem-sucedida, por isso a companhia está a aumentar a rede portuguesa para responder à procura de viagens nos meses de verão.

Dwight James acrescentou ainda que, ao mesmo tempo que impulsionam o turismo de entrada (‘inbound’), “os voos vão trazer mais oportunidades para o comércio entre Portugal e os EUA — O país que é o maior parceiro comercial fora da União Europeia”.

Para a travessia entre Lisboa e Atlanta, a Delta tem programado um Boeing 767-300ER, que tem capacidade para 225 passageiros, enquanto para os voos entre Ponta Delgada e Nova Iorque vai utilizar um Boeing 757-200ER, que transporta 199 pessoas.

“É preciso também termos todos a consciência daquilo que isso implica, não só para as entidades públicas, mas sobretudo também para as entidades privadas em termos das oportunidades que assim se abrem” no turismo, sustentou hoje o presidente do Governo dos Açores, salientando que esse trabalho do executivo de “sensibilização e contactos” vai “continuar num conjunto de outras rotas, de outras vertentes, de outras companhias e de outros países”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Tony Dias/Global Imagens)

Consumo dispara e bate subida de rendimentos

Hotéis de Lisboa esgotaram

“Grandes” eventos impulsionaram aumento dos preços na hotelaria em junho

Um homem segura uma bandeira anti-Brexit na ponte de Westminster, em Londres. (Na bandeira: "Brexit, valerá a pena?") Julho de 2018. REUTERS/Yves Herman/

Imigração europeia para o Reino Unido no nível mais baixo desde 2013

Outros conteúdos GMG
Governo dos Açores diz que nova rota da Delta comprova atratividade turística