Governo espanhol dá luz verde à entrada dos Correos em Portugal

O grupo espanhol de capitais públicos Correos adquiriu 51% do capital da Rangel Expresso,

O grupo espanhol de capitais públicos Correos adquiriu 51% do capital da Rangel Expresso, que passará a designar-se Correos Express Portugal, num negócio aprovado hoje pelo Conselho de Ministros em Espanha, anunciou o grupo português Rangel.

Em comunicado, a Rangel Logistics Solutions explica que operação -- que marca a "estreia da internacionalização da companhia espanhola nos seus 302 anos de história" - se enquadra na estratégia de "assegurar uma oferta unificada a nível ibérico por parte da Correos Express, que permitirá entregas de encomendas em 24 horas em qualquer ponto da Península Ibérica, graças às infraestruturas de ambas as companhias".

Segundo refere, o negócio - cujo valor não foi divulgado - ocorre "após a criação de uma aliança estratégica entre ambas as companhias" e visa "permitir a liderança no transporte e entregas de encomendas provenientes do negócio do comércio eletrónico a nível ibérico" e "continuar a oferecer serviços de transporte expresso internacional de e para qualquer parte do mundo".

Representativa de 15% do negócio do grupo Rangel, a Rangel Expresso dedica-se ao transporte expresso nacional e internacional de pequenos volumes, contando com 160 colaboradores e uma frota de 250 viaturas suportada por 12 plataformas em Portugal e distinguindo-se "pela especialização na prestação de serviços de distribuição porta a porta, movimentando anualmente cerca de três milhões de envios".

Os Correos pertencem ao Grupo SEPI -- uma 'holding' empresarial que abarca de forma direta e maioritária um total de 15 empresas públicas, com mais de 74.000 profissionais -- e dispõem de cerca de 8.700 pontos de acesso e mais de 1.700 unidades de distribuição regular e urgente em Espanha.

A empresa distribui 2,6 mil milhões de envios por ano e emprega mais de 51.000 colaboradores profissionais, apresentando-se como "a empresa líder no serviço postal e no transporte expresso de encomendas em Espanha, particularmente na área do comércio eletrónico".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de