retalho

Governo finlandês entrega produtos da Zippy aos bebés

Foto Zippy (2)

Marca portuguesa está presente na edição deste ano do kit de maternidade entregue anualmente pelo Estado finlandês às futuras mães

A portuguesa Zippy vai estar presente com um total de 160 mil artigos nas 40 mil caixas de maternidade distribuídas anualmente pelo governo finlandês a todas as futuras mães e famílias com recém-nascidos.

A Kela, a agência de segurança social finlandesa, entrega gratuitamente todos os anos aos futuros pais e famílias de recém-nascidos um kit de maternidade (Äitiyspakkaus, em finlândes).

A iniciativa do Maternity Grants Act foi estabelecida em 1937, tendo no ano seguinte começado a ser distribuídos os kits pelas famílias com baixos rendimentos. A partir de 1949 estes passaram a ser entregues a todas as grávidas que visitassem um médico ou clínica pré-natal antes do final do quarto mês da gravidez. “Hoje, esta caixa é considerada como parte da identidade nacional finlandesa e uma forma de ligação entre gerações”, destaca a Zippy.

O kit contém produtos como como roupa, lençóis, artigos de higiene e brinquedos, e a própria caixa de cartão pode ser usada como cama durante os primeiros meses de vida do bebé. Desde abril, que as caixas contêm produtos da marca portuguesa: quatro bodies Zippy, desenvolvidos exclusivamente para este mercado.

“O conteúdo desta caixa é atualizado todas as edições de acordo com o feedback e necessidades que a agência Kela recebe ao longo do ano por parte das famílias, tendo a seleção dos artigos da edição 2019 contado com uma ponderação de 70% para a qualidade e 30% para o preço dos produtos – em vez da habitual ponderação 50-50% dos anos anteriores”, informa a marca nacional da Sonae.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (D), e o presidente da Câmara Municipal de Loures, Bernardino Soares (E), participam na conferência de imprensa no final de uma reunião, em Loures. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Costa: “Há países que foram colocados em listas vermelhas por retaliação”

João Rendeiro, ex-gestor do BPP

João Rendeiro, ex-presidente do BPP, condenado a pena de prisão

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. (ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA)

Marcelo diz que revisão do défice “traduz bem a crise brutal”

Governo finlandês entrega produtos da Zippy aos bebés