aviação

Governo italiano quer que a Alitalia opte “rapidamente” por oferta “credível”

Alitalia

Representantes da Alitália defendem que as propostas "devem ser estudadas em profundidade, antes de se proceder a uma negociação".

O Governo italiano instou esta segunda-feira os administradores da companhia aérea Alitália a optarem “rapidamente” por uma oferta de compra “credível”.

Os ministros do Desenvolvimento Económico, Carlo Calendra e dos Transportes, Graziano Delrio estiveram reunidos com três comissários extraordinários, Luigi Gubitosi, Enrico Laghi e Stefano Paleari, para discutir a venda da companhia.

No final da reunião, foi emitido um comunicado, que relatava que os ministros “deram instruções para que os comissários escolhessem rapidamente uma oferta sólida e credível”.

Porém, os representantes da Alitália defenderam que as propostas “devem ser estudadas em profundidade, antes de se proceder a uma negociação”.

Os comissários acrescentaram ainda que preveem divulgar as receitas da companhia durante o primeiro trimestre deste ano, sublinhando que o empréstimo de 600 milhões de euros, disponibilizado pelo Governo para garantir o funcionamento da companhia não foi “substancialmente gasto”.

A empresa recebeu três propostas de compra por parte da Lufthansa, da EasyJet e do fundo de capital privado Cerberus.

A 24 de agosto, o presidente executivo da Ryanair, Michael O’Leary, confirmou ter a intenção de fazer uma oferta pela Alitalia, tendo, mais tarde, recuado, alegando o intuito de eliminar todas as “distrações” para se concentrar nos problemas com o calendário de inverno da companhia de baixo custo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno (D), durante o debate parlamentar de discussão na generalidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), esta tarde na Assembleia da República, em Lisboa, 09 de janeiro de 2020. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Subida do PIB em 2019 chega aos 2,2% com revisão nas exportações de serviços

Foto - Leonardo Negrao

Deco: seguros de saúde não cobrem coronavírus, seguros de vida sim

Foto: D.R.

Easyjet. Ligações de Portugal com Itália não serão afetadas, por enquanto

Governo italiano quer que a Alitalia opte “rapidamente” por oferta “credível”