Greenvolt faz contrato de liquidez com o Caixa – Banco de Investimento

As ações da subsidiária da Altri para o setor das energias renováveis começaram a ser negociadas na bolsa de Lisboa no dia 15 de julho, depois de uma Oferta Pública Inicial (IPO) de 4,25 euros.

A Greenvolt anunciou a celebração de um contrato de liquidez com o Caixa - Banco de Investimento para "fomentar a liquidez" das ações das empresas admitidas à negociação no mercado regulamentado da Euronext Lisbon.

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, a Greenvolt, do grupo Altri, refere que o contrato foi celebrado no dia 12 de julho, "terá a duração de um ano, entrando em vigor na presente data, sendo renovado, automaticamente, por períodos sucessivos de três meses, caso as partes não o denunciem por escrito e com uma antecedência mínima de 15 dias relativamente ao termo das sucessivas prorrogações".

As operações "estarão limitadas a uma posição máxima que se traduza em ações da Greenvolt num montante igual ou superior a 100.000 euros; a uma posição líquida em carteira de quantidade igual ou superior correspondente a 10.000 euros; ou a uma quantidade transacionada, a cada momento, de 30% do volume transacionado na Euronext, definida em termos de quantidade de ações".

As ações da subsidiária da Altri para o setor das energias renováveis começaram a ser negociadas na bolsa de Lisboa no dia 15 de julho, depois de uma Oferta Pública Inicial (IPO) de 4,25 euros.

A empresa pretende integrar o PSI20, principal índice da bolsa de Lisboa, em setembro, segundo o seu presidente executivo, João Manso Neto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de