Hotelaria

Grupo Barceló abre dois novos hotéis em Portugal até 2020

Quartel da Graça, em Lisboa. (Fotografia: D.R.)
Quartel da Graça, em Lisboa. (Fotografia: D.R.)

Barceló aumenta presença na Madeira e revela interesse na concessão do Quartel da Graça, em Lisboa.

O grupo espanhol Barceló prepara-se para investir em novos hotéis em Portugal, onde já detém duas unidades no Funchal e em Lisboa. O plano de expansão pela Europa, Médio Oriente e Bacia do Mediterrâneo soma já 250 milhões de euros até 2020.

De acordo com o jornal especializado Publituris, o grupo vai inaugurar dois novos hotéis, um na Madeira e outro nos Açores. O primeiro a abrir portas, no primeiro trimestre de 2020, deverá ser uma unidade de 111 quartos no centro do Funchal.

Ainda em 2020, o grupo pretende inaugurar o Occidental Ponta Delgada, um hotel com 105 quartos e 13 apartamentos. A unidade hoteleira terá a assinatura da designer Nini Andrade Silva.

Além destes projetos, o grupo não descarta novas oportunidades para investir em Lisboa, no Porto e Algarve. O diretor de desenvolvimento de negócios do Barceló, Jaime Buxó, confirmou ao Publituris que estão a analisar uma eventual manifestação de interesse no Quartel da Graça, em Lisboa.

A conversão deste imóvel público em hotel será feita no âmbito do programa Revive. Também o grupo hoteleiro Vila Galé, que detém 32 hotéis em Portugal e no Brasil, está a ponderar avançar para o concurso do Quartel da Graça.

Recentemente, o administrador do grupo, Gonçalo Rebelo de Almeida, disse que “é tudo muito prematuro e vai depender das condições”. “Se o Quartel da Graça e o CCB foram na mesma altura, seria um ou outro”, adiantou num encontro com jornalistas.

Atualmente, o Barceló Hotel Group é proprietário de 106 hotéis distribuídos por 17 países.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O presidente do Conselho Geral e de Supervisão da ADSE, João Proença, durante a sua audição na Comissão de Saúde, na Assembleia da República, em Lisboa, 27 de fevereiro de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

ADSE já enviou novas tabelas de preços aos privados para negociação

Mario Draghi, Presidente do Banco Central Europeu. REUTERS/Kai Pfaffenbach

BCE discutiu pacote de medidas para estimular economia na reunião de julho

Hotéis de Lisboa esgotaram

“Grandes” eventos impulsionaram aumento dos preços na hotelaria em junho

Outros conteúdos GMG
Grupo Barceló abre dois novos hotéis em Portugal até 2020