África

Grupo MCA tem nova aposta na energia solar em África

MCA Sun Africa

Grupo português vai ajudar a desenvolver soluções fotovoltaicas em África em parceria com a fornecedora líder de projetos de energia solar

O grupo português MCA, com sede em Guimarães, vai integrar uma joint-venture com a empresa Sun Africa para o desenvolvimento de projetos de energia renovável em África.

A empresa resultante desta parceria, a empresa MCA Sun Africa, terá sede nos Estados Unidos e escritórios em Portugal, Emirados Árabes Unidos, Angola e Nigéria. Nos planos está o fornecimento de soluções solares fotovoltaicas durante os próximos cinco anos.

“Com a MCA a desenvolver projetos em todo o continente e com as nossas décadas de experiência combinada, esta colaboração fornece um caminho eficiente para expandir o nosso valor já existente de 1 GW de projectos concluídos e em carteira”, refere, em comunicado, Nikola Krneta, diretor executivo da Sun Africa.

Manuel Couto Alves, CEO da MCA, lembra, por sua vez, que a empresa tem acumulado “um conhecimento diversificado do setor” que não se fica apenas pelas “soluções solares, mas também armazenamento, transmissão e infraestrutura de energia, eficiência energética, fora da rede, bem como soluções para clientes comerciais”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro ministro, António Costa, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio da Ajuda, em Lisboa, 04 de junho de 2020. MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

Governo vê economia a crescer 4,3% em 2021 e desemprego nos 8,7%

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, durante a conferência de imprensa após a reunião extraordinária da Comissão Permanente de Concertação Social por video-chamada, no Ministério da Economia, em Lisboa, 16 de março de 2020. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Segunda fase do lay-off custa mais de 700 milhões de euros

Jorge Rocha de Matos, presidente da Fundação AIP. Foto: direitos reservados

Rocha de Matos: IVA devia ser de 6% em todos os eventos para ajudar o turismo

Grupo MCA tem nova aposta na energia solar em África