Hotelaria

Grupo Pestana prevê investir 200ME num resort em Portalegre

Foto: DR
Foto: DR

"Nesta fase de captação de investimento, o grupo tem tido uma boa receção e estamos todos muito esperançados no sucesso deste projeto"

O Grupo Pestana prevê investir “200 milhões de euros” na construção de um resort de cinco estrelas, em Portalegre, numa herdade com 450 hectares, revelou hoje à agência Lusa a presidente do município, Adelaide Teixeira.

“Este é um projeto âncora, não só para Portalegre mas também para a região do Alentejo. Estamos todos muito esperançados, pois vai trazer emprego, além de outras sinergias que se vão envolver de forma indireta”, disse.

Intitulado “Pestana Abrunheira Country Resort & Residences”, o projeto prevê 10 aldeamentos de diversas tipologias, campo de golfe, clubes náutico e equestre, pavilhão multiusos e SPA, entre outros equipamentos.

Segundo Adelaide Teixeira, o resort de cinco estrelas vai ser construído na Herdade da Abrunheira, propriedade do Grupo Pestana e situada a três quilómetros a sul da cidade de Portalegre, estando o arranque das obras previsto para “meados do próximo ano”.

“A obra vai avançar de forma faseada, a primeira etapa de construção tem como objetivo a venda de 15 casas. O valor base é de 280 mil euros, numa área (casa e zona envolvente) de um hectare”, disse.

Na página de Internet do Grupo Pestana dedicada a este investimento no Alentejo, é explicado que o projeto urbano e arquitetónico do empreendimento “assenta nas características rurais da região”, incorporando na arquitetura proposta os conceitos de “sustentabilidade, modernidade e a preservação das tradições”.

De acordo com os investidores, o Pestana Abrunheira Country Resort & Residences terá por base as atividades tradicionais da região, incluindo, além da agricultura, a criação de cavalos, a equitação e a caça.

O projeto prevê ainda áreas comuns destinadas a comércio, serviços, restaurantes e bares, supermercado ou loja de conveniência, centro hípico, clubes de vela e ténis, depósitos de água, áreas de plantação agrícola para horticulturas e pomares, vinhas, clube de golfe, áreas de piquenique e lazer, parque de sobreiros e atividades aquáticas.

Adelaide Teixeira adiantou que a Câmara de Portalegre já aprovou a redução de taxas municipais em 50 por cento para o projeto poder avançar, estando atualmente o Grupo Pestana a desenvolver contactos e a comercializar o produto em feiras temáticas em diversos países europeus.

“Nesta fase de captação de investimento, o grupo tem tido uma boa receção e estamos todos muito esperançados no sucesso deste projeto”, sublinhou.

A Lusa contactou o Grupo Pestana, mas a administração escusou-se a prestar declarações sobre o investimento previsto.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(PAULO CUNHA/LUSA)

Costa espera ser primeiro-ministro 12 anos e dar início à regionalização

O novo primeiro-ministro, António Costa. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

OE2020: Costa anuncia reforço de incentivos ao arrendamento acessível

Alexandra Leitão, ministra da Administração Pública. Fotografia: António Pedro Santos/Lusa

Funcionários mais antigos podem perder dias de férias com baixas prolongadas

Outros conteúdos GMG
Grupo Pestana prevê investir 200ME num resort em Portalegre