comunicação social

Grupo Renascença deixa portal SAPO

rr

O Grupo Renascença Multimédia vai abandonar o portal Sapo.

O Grupo Renascença Multimédia anunciou hoje que vai integrar na sua equipa de vendas, a partir de fevereiro, a comercialização do seu espaço publicitário no digital, deixando assim o portal SAPO, do grupo Altice.

Em comunicado, o Grupo Renascença Multimédia refere que “passa a integrar na sua força de vendas, a partir de dia 01 de fevereiro de 2018, a comercialização de todas as suas propriedades digitais” e que para coordenar a atividade comercial na área digital “contratou Tiago Cruz, até aqui diretor de publicidade do portal SAPO”.

Com esta decisão, o grupo que detém a Rádio Renascença e a RFM, entre outros, deixa o portal SAPO, que era até agora responsável pela comercialização de publicidade digital dos títulos

De acordo com a administradora da Intervoz, Renata Silva, “este movimento vem na sequência da evolução do mercado digital e da crescente audiência que as propriedades digitais do Grupo Renascença Multimédia têm vindo a registar, a par da crescente importância do digital nos investimentos de media”.

Assim, “a contratação de Tiago Cruz é uma mais-valia para a estratégia comercial digital do Grupo Renascença Multimédia”, afirmou, considerando que a experiência deste responsável “na área do digital será determinante para o […] sucesso comercial”.

O grupo de media recorda que, “nos últimos anos, a comercialização do espaço publicitário dos ‘sites’ do grupo esteve a cargo do portal SAPO, a quem o Grupo agradece a disponibilidade e a forma profissional como sempre decorreu esta parceria”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Centeno ladeado pelos representantes dos dois maiores credores de Portugal: Pierre Moscovici (Comissão) e Klaus Regling (ESM). Fotografia: EPA/JULIEN WARNAND

Centeno usa verbas da almofada de segurança para pagar aos credores europeus

Paulo Fernandes lidera o grupo Cofina. (Carlos Manuel Martins/Global Imagens)

Foto: Arquivo

Cofina quer TVI sem remédios

Paulo Fernandes lidera o grupo Cofina. (Carlos Manuel Martins/Global Imagens)

Foto: Arquivo

Cofina quer TVI sem remédios

Outros conteúdos GMG
Grupo Renascença deixa portal SAPO