Seguros

Ageas separa áreas de negócio da Ocidental e da Axa

A seguradora belga Ageas, que detém a Ocidental e se prepara para concluir a compra da Axa, vai focar os negócios de cada seguradora forma diferente.

A seguradora belga Ageas, que detém a Ocidental e se prepara para concluir a compra da Axa, vai focar os seus negócios de forma diferente, sendo que a Ocidental continuará com a ‘bancassurance’ e a Axa será dirigida a mediadores e seguro direto.

O administrador financeiro da Ocidental, Julian Harvey, afirmou em declarações à agência Lusa que as duas seguradoras “têm na sua essência modelos de negócio complementares”, sendo que a Ocidental “tem como ‘core’ o canal de ‘bancassurance’ [distribuição de seguros pelo canal bancário] e a Axa Portugal os canais de mediação e direto”.

Apesar de uma estratégia diferente, Julian Harvey refere que a principal preocupação da Ageas neste momento em relação à Axa “será, no imediato, melhorar a rentabilidade da empresa”, depois de ter anunciado a sua aquisição por 191 milhões de euros em agosto passado.

No entanto, a operação de compra só deverá estar concluída no primeiro semestre deste ano, conforme referiu o grupo belga em comunicado, acrescentando que “esta aquisição será um passo importante no desenvolvimento das actividades da Ageas em Portugal”.

Com a compra da Axa, o grupo Ageas espera aumentar a sua quota de mercado no setor segurador não vida para 14,4%, passando a ser o segundo maior grupo logo a seguir à Fidelidade.

Sobre a Ocidental, Julian Harvey adianta que a Ageas “mantém a sua estratégia de crescimento, assente no aprofundar do canal ‘bancassurance’ com o seu principal distribuidor, o Millennium bcp”, bem como apostando “na captação de novos parceiros de negócio, sejam eles bancos ou seguradoras, para distribuição dos seus produtos”.

Em maio de 2014, o BCP anunciou a venda da sua posição de 49% nas seguradoras não-vida Ocidental e Médis à Ageas por 122,5 milhões de euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido REUTERS/Henry Nicholls - RC12D8BECE70

Boris Johnson ganha eleições britânicas com maioria absoluta

Trump Xi China

Trump assina acordo inicial com China para evitar tarifas

António Mexia, CEO da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

EDP processa o Estado. Elétrica exige 717 milhões de euros

Outros conteúdos GMG
Ageas separa áreas de negócio da Ocidental e da Axa