Hotelaria

Grupo Turim. Cozinha de chef no novo restaurante Salitre

187067431

90% dos clientes de hotel jantam nos restaurantes dos hotéis. Mas ao almoço é preciso inovar. Salitre quer atrair mais do que os hóspedes

Crème brulee de queijo da serra, carpaccio de pera ou uma simples salada de quinoa. No restaurante Salitre, a gastronomia portuguesa já está a dar a mão à cozinha saudável e à inovação há já duas semanas. O novo restaurante, assinado pelo chef Nuno Queiroz, faz parte do hotel Turim Boulevard, que abriu recentemente – fruto de um investimento de 25 milhões de euros – mas quer ter uma vivência própria fora da unidade hoteleira.

É por isso que o grupo dá continuidade aos almoços executivos, que já podem ser saboreados nos restaurantes Tsubaki ou Duk, mas agora com um twist: acaba de nascer o Turim business lunch card que dá descontos de 10% em refeições aos clientes fiéis aos restaurantes do grupo.

“Aos almoços apostamos numa oferta corporate. Ao jantar tentamos servir tanto o cliente de rua como os hóspedes dos hotéis”, adiantou esta quinta-feira Ricardo Martins, CEO do Grupo Turim, num encontro de jornalistas para a apresentação deste novo negócio do grupo.

Ricardo Martins assume que 90% dos clientes de hotel jantam nas unidades hoteleiras, mas ao almoço os restaurantes de hotel são produtos mais difíceis de rentabilizar, uma vez que os turistas acabam por circular na cidade e não fazer refeições no hotel. Neste momento, e já com o Salitre, o Turim tem quatro restaurantes e, o CEO lembra que só haverá um restaurante com conceito para o exterior “onde fizer sentido”.

Com o objetivo de dinamizar o Salitre, o grupo manteve uma porta independente ao hotel, que está situado na Av. da Liberdade, e que, desta vez, nem está na mesma rua do hotel – a entrada para o restaurante faz-se pela rua Salitre, que dá nome ao espaço.

O chef Nuno Queiroz ajudou na concepção deste conceito que, diz quer “agradar um pouco a todos”, tanto ao cliente vegetariano como ao cliente business ou ao cliente de um hotel de cinco estrelas e, por isso, mais exigente.

Os menus custam 19,50 euros e tanto podem passar pelo pedido do prato do dia a la carte, como pela opção de buffet.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Tony Dias/Global Imagens)

Consumo dispara e bate subida de rendimentos

Hotéis de Lisboa esgotaram

“Grandes” eventos impulsionaram aumento dos preços na hotelaria em junho

TIAGO PETINGA/LUSA

Motoristas mantêm greve. “Vamos fazer diligências até chegarmos ao diálogo”

Outros conteúdos GMG
Grupo Turim. Cozinha de chef no novo restaurante Salitre