Tecnologia

Grupo Volkswagen compra empresa portuguesa que trata de contratos digitais

Fotografia: D.R.
Fotografia: D.R.

VTXRM desenvolve o Accipiens, um software que trata do processamento digital de contratos para empresas financeiras e de renting.

A Volkswagen Financial Services, o braço financeiro do grupo Volkswagen, realizou o seu primeiro investimento numa empresa portuguesa. A empresa alemã comprou uma posição de 90% na empresa de software VTXRM. Esta empresa desenvolve o Accipiens, um software que trata do processamento digital de contratos para empresas financeiras e de renting.

“O Accipiens é um dos nossos sistemas de gestão de contratos implementado globalmente que nos ajuda a estandardizar processos a nível mundial, a aumentar a produtividade e a reduzir custos”, destaca Mario Daberkow, administrador do Volkswagen Financial Services, em nota enviada às redações esta terça-feira. A empresa do grupo VW aposta neste software português desde 2012.

A operação da empresa financeira do grupo Volkswagen foi concretizada com a compra de “um total de 90% das ações na empresa portuguesa de software VTXRM Software Factory LDA através de uma participação maioritária na holding de gestão Softbridge – Projectos Tecnológicos S.A”. Nuno Silva, fundador e CEO da VTRXM, vai manter-se à frente da empresa.

A empresa de software portuguesa está sedeada em Lisboa e dá emprego a cerca de 100 pessoas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (C), acompanhado pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina (D), pelo ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Campos Fernandes (E), após o ato público de assinatura dos contratos para a redução tarifária nos transportes públicos na área metropolitana de Lisboa, na Gare do Oriente, em Lisboa, 18 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Cinco regiões só terão passes mais baratos em maio

fake-1909821_1920

Fake news. Portugal no top 10 da UE com mais contas bloqueadas pela Google

REUTERS/Rafael Marchante

CTT propõe aumentos até 0,4%. CEO recupera 25% do salário

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Grupo Volkswagen compra empresa portuguesa que trata de contratos digitais