luxo

Há mais luxo na Avenida. Versace e Bulgari abrem no verão

versace

Os dois espaços têm cerca de 300 metros quadrados cada um, o significa que as rendas a pagar poderão ascender a 25,5 mil euros por mês.

A Versace e a Bulgari vão abrir na Avenida da Liberdade já este verão. As duas lojas vão ficar mesmo ao lado da Cartier, no rés-do-chão do edifício Liberdade 238, junto à Alexandre Herculano.

Este imóvel, que está a ser reabilitado e transformado em apartamentos de luxo, estava a ser desenvolvido pela Espírito Santo Property, mas com a falência do BES e as alterações no GES passou para as mãos da Stone Capital que manteve o projeto original, ou seja, casas nos pisos superiores e lojas no piso térreo.

Os dois espaços que serão agora ocupados pelas marcas italianas de roupa e relógios, respetivamente, têm cerca de 300 metros quadrados cada um e três pisos, o significa que as rendas a pagar poderão ascender a 25,5 mil euros por mês, tendo em conta que o valor pedido por m2 na Avenida ronda, neste momento, os 85 ou 90 euros por mês.

Estes valores não têm, contudo, dissuadido as marcas nacionais e internacionais interessadas em ter um espaço na Avenida. Este ano já abriu uma loja da Chanel, dentro da Stivali, mas num espaço independente, e no início de abril abriu a Loja das Meias, no nº 245, também não muito longe da Cartier.

A Loja das Meias saiu da Rua Castilho onde esteve 44 anos e foi para a Avenida da Liberdade..

A Loja das Meias saiu da Rua Castilho onde esteve 44 anos e foi para a Avenida da Liberdade.

E até ao final do ano deverão abrir mais espaços, um deles no nº36, onde antes estava a Aeroflot. Deverá abrir ainda a megastore da Mango nos Restauradores, na antiga Loja do Cidadão, ou seja, a atual Mango da Avenida da Liberdade poderá fechar e deixar mais um espaço livre para arrendar.

Aliás, neste momento, fruto da reabilitação de vários edifícios e da sua transformação em habitação de luxo, há uma série de novas lojas para arrendar, todas elas no rés-do-chão desses prédios.

É o caso do Liberdade 12, ao lado do Hard Rock Café, onde há duas lojas de mil m2 para arrendar, mas que dada a dimensão poderão demorar um pouco até se encontrar um ocupante, disse ao Dinheiro Vivo uma fonte do mercado. Neste imóvel há mais duas lojas de 100 m2 para arrendar e que “estão cheias de procura”.

Há ainda duas lojas disponíveis no Liberdade 71, antes do David Rosas, uma com cerca de 400 m2 e outra com perto de 500 m2, mas de acordo com a mesma fonte estão prestes a ser arrendadas. O contrato deverá ser assinado na próxima semana e são, mais uma vez, lojas de moda internacionais que estão previstas abrir em setembro de 2017.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, acompanhado pelo ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos (Foto: Mário Cruz/Lusa)

Recuperar poder de decisão na TAP obriga Estado a pagar mais

Humberto Pedrosa é o acionista do consórcio Gateway.

TAP: Humberto Pedrosa realça a não nacionalização da empresa

Fotografia: Regis Duvignau/Reuters

TAP: Sindicato do Pessoal de Voo espera que acordo proteja postos de trabalho

Há mais luxo na Avenida. Versace e Bulgari abrem no verão