eletricidade

Há novas regras para contratos de distribuição de eletricidade em baixa tensão

Municípios vão poder lançar concursos conjuntos para o fornecimento de eletricidade.

O Governo aprovou esta quinta-feira em Conselho de Ministros uma proposta de lei sobre os contratos de distribuição de eletricidade em baixa tensão que permite aos municípios de Portugal continental lançarem concursos conjuntos.

Uma das alterações contempladas é a possibilidade dos municípios se poderem agregar na hora de abrir concursos, o que lhes dará maior poder negocial e assim condições mais vantajosas nos contratos para a distribuição de eletricidade em baixa tensão.

Numa entrevista recente, o secretário de Estado da Energia, Jorge Sanches Seguro explicou que “se houver renegociação [dos contratos] município a município — e essa é sempre uma opção de cada um — estarão menos preparados para lançar um concurso, acompanhar e fiscalizar”.

O governante adiantou que a Associação Nacional de Municípios falou com o Governo no sentido de que se preparasse um pacote legislativo que tornasse possível criar mecanismos para o lançamento de concursos de âmbito regional, o que esta proposta de lei inclui.

Esta primeira renegociação dos contratos de concessão de energia, prevista no Programa do Governo, foi articulada com a Associação Nacional de Municípios e com a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
7. Aeroporto de Londres Heathrow

Oficial. Portugal fora do corredor turístico do Reino Unido

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Decisão do Reino Unido é “absurda”, “errada” e “desapontante”, diz Santos Silva

O primeiro ministro, António Costa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

António Costa admite despedimentos na TAP com menos rotas e aviões

Há novas regras para contratos de distribuição de eletricidade em baixa tensão